Cientistas teriam desvendado mistério do monstro do lago Ness

Grupo de cientistas analisou mais de 500 milhões de sequências de DNA retiradas do lago Ness. Os resultados da análise refutaram a maioria das hipóteses antes consideradas.

Durante mais de um milênio, o misterioso monstro do lago Ness tem fascinado muitas pessoas. Agora uma equipe de pesquisadores estudou o caso usando métodos genéticos.

A lenda de um monstro vivendo naquelas águas escocesas remonta a 565 d.C., quando surgiram os primeiros relatos a respeito de uma criatura misteriosa no rio Ness, não no lago. A lenda começou a ganhar repercussão a partir de 1933, após supostas aparições no lago.

Se, por um lado, isso trouxe medo a alguns, por outro o mito estimulou a economia local com a presença de turistas do mundo inteiro. No entanto, nunca o animal foi capturado nem sua existência comprovada.

Para solucionar o mistério, um grupo de cientistas encabeçados pelo professor geneticista Neil Gemmel, da Universidade de Otago, Nova Zelândia, analisou um total de 500 milhões de sequências de DNA. O material genético foi obtido em 250 amostras de água do fundo do lago.

Durante o árduo trabalho, os cientistas refutaram algumas das teorias mais famosas sobre o suposto monstro. O grupo de Gemmel rejeitou a ideia de que possa existir um réptil jurássico no lago, assim como não encontrou nenhum rastro de DNA de peixes-gato ou tubarões. Sendo assim, restou somente uma explicação plausível.

Há uma grande quantidade de DNA de enguias. Existem muitas enguias no Lago Ness. Nossos estudos não puderam determinar seu tamanho, no entanto a grande quantidade de DNA de enguia não descarta a possibilidade de haver enguias gigantes no lago”, publicou as palavras de Gemmel o Independent.

Em vídeo divulgado pela organização Ness Fishery Board em uma rede social, é possível ver uma enguia no lago.

Sejamos honestos: quando você vê um grande animal em forma de enguia passando na tua câmera no rio Ness, a primeira coisa que vem na cabeça é o monstro do lago Ness.

O pesquisador também disse que mergulhadores já relataram ter visto enguias da grossura da perna de um homem no lago. Além disso, como especialista em genética, Gemmel diz ser provável que uma ou duas enguias tenham alcançado quatro metros de comprimento.

Embora os estudos de Gemmel não determinem com precisão a natureza da criatura avistada, isso não significa que não possa haver um “monstro” no lago. Como disse o investigador, “a ausência de evidência não é necessariamente evidência de ausência”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Brasil tem mais de 65 mil mortes por covid-19

O Brasil superou a marca de 65 mil mortos por covid-19 nesta segunda-feira (06/07), segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde. Foram 620 óbitos registrados nas últimas …

Homem cria uma "cadeira de rodas" off-road para que sua esposa possa ir a lugares que ela nunca imaginou

Quem precisa de uma cadeira de rodas para se locomover sabe que não é nada fácil percorrer certos terrenos. Viagens a lugares nevados, trilhas tropicais, montanhas… Tudo isso parece impossível. Mas não deveria ser. Aliás, …

Samsung pode ser beneficiada por tensão entre China e Índia

Enquanto os exércitos da China e da Índia se estranham na fronteira entre os dois países, quem pode sair ganhando com a rivalidade é uma empresa sul-coreana. A Samsung deve ser a principal beneficiada com o …

Com epidemia de Covid-19 controlada, Cuba inicia retomada do turismo internacional

Enquanto o coronavírus segue se propagando pelo continente americano, Cuba garante que a epidemia está controlada no país e reabre algumas praias ao turismo internacional. No total, país registrou pouco mais de 2.300 contaminações …

Pesquisadores encontram novos dados sobre época de Genghis Khan

Grande parte da vida de Genghis Khan permanece ainda um mistério, mas um novo estudo de pesquisadores da Austrália e Mongólia fornece novos dados sobre sua época. Genghis Khan, que teria vivido entre 1162 e 1227, …

Índia vê casos explodirem e vira um dos epicentros da pandemia

Com quase 700 mil casos de covid-19, a Índia ultrapassou a Rússia e se tornou nesta segunda-feira (07/07) o terceiro país mais atingido pela pandemia de covid-19 em todo o mundo. O Ministério da Saúde indiano …

Filho interrompe ao vivo de repórter para pedir biscoitos

Em mais uma das patacoadas do home-office, a jornalista Deborah Haynes da Sky News acabou sendo interrompida por seu filho, que fez um pedido bastante singelo para a mãe: ele queria alguns biscoitos. O vídeo foi …

Encontrados metais em crateras da Lua que podem dar pistas sobre sua formação

A hipótese mais aceita sobre a formação da Lua diz que ela surgiu após a colisão entre a Terra e um planeta do tamanho de Marte, chamado Theia. O suposto evento é chamado de “hipótese …

Coronavírus empurra Cuba de volta à crise

Apesar de a covid-19 estar sob controle no país, os problemas econômicos têm se agravado, e a já difícil situação de abastecimento se torna mais crítica. Segundo semestre deve ser ainda pior na ilha caribenha. Cuba …

Boicote ao Facebook: como a debandada de grandes anunciantes pode afetar sobrevivência da rede social

Boicotes podem ser extremamente eficazes: é o que o Facebook está descobrindo. No final do século 18, o movimento abolicionista encorajou o povo britânico a ficar longe de bens produzidos pelos escravos. Funcionou. Cerca de 300 …