Trump diz que China está deslocando tropas para fronteira com Hong Kong

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (13/08) que recebeu informações de inteligência que apontam que o governo da China está movimentando tropas para a fronteira com Hong Kong, aumentando o temor de uma possível intervenção chinesa para conter as manifestações no território.

Há quatro meses a ex-colônia britânica vem sendo palco de protestos pró-democracia que vêm desafiando o regime de Pequim.

“Nossa inteligência nos informou que o governo chinês está movendo tropas para a fronteira com Hong Kong. Todos devem permanecer calmos e a salvo!”, escreveu Trump no Twitter.

O presidente americano também retuitou um vídeo que mostra dezenas de caminhões militares em uma via pública. A descrição aponta que a movimentação foi registrada em Shenzhen, cidade chinesa na divisa com Hong Kong, que ainda mantém status administrativo e econômico separado da China.

No mesmo dia, veículos da imprensa estatal chinesa divulgaram vídeos que mostram formações de blindados se deslocando para Shenzhen. Os veículos trazem identificações da Polícia Armada Popular, uma força policial chinesa com organização militar que é empregada para conter revoltas e protestos.

Nos últimos dias, Pequim tem demonstrado impaciência com os manifestantes. Na segunda-feira, o governo chinês afirmou que está vendo “sinais incipientes de terrorismo” nas manifestações.

No início do mês, o Exército chinês também divulgou um vídeo que mostra um exercício militar em que soldados agiam para conter uma manifestação encenada, no que foi encarado como um recado para os participantes dos protestos em Hong Kong.

Nesta terça-feira, manifestantes voltaram a ocupar o aeroporto de Hong Kong, provocando o atraso de voos e a suspensão das operações de check-in de passageiros. Foi o quinto dia consecutivo de mobilizações no aeroporto, o oitavo mais movimentado do mundo.

Houve confronto entre manifestantes e policiais da tropa de choque. Agentes usaram spray de pimenta para dispersar as centenas de manifestantes que ocuparam os terminais. Na segunda-feira, um protesto no local já havia provocado o cancelamento de centenas de voos.

Em meio ao novo dia de protestos, a chefe do Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, fez novas advertências aos manifestantes. “A violência, seja seu uso ou sua justificação, levará Hong Kong por um caminho sem retorno e afundará sua sociedade em uma situação muito preocupante e perigosa”, disse Lam, que ocupa o cargo desde 2017 e vem sendo um dos principais alvos dos protestos, com milhares de manifestantes pedindo diariamente sua renúncia.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Câmara dos EUA condena retirada militar do norte da Síria

Por 354 votos a 60, deputados rejeitaram decisão de Trump de abandonar forças curdas que lutavam ao lado dos EUA. Resolução contou com apoio de mais da metade da bancada republicana. A Câmara de Representantes dos …

Vacina contra o câncer de mama pode estar disponível em 8 anos, diz a Clínica Mayo

Pesquisadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o câncer ovário e de mama que poderia estar disponível dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes a …

Líder de Hong Kong abandona discurso no Parlamento após protestos

Parlamentares pró-democracia forçam Carrie Lam a interromper pronunciamento anual. Sem conseguir completar fala, chefe do Executivo faz discurso sobre futuro político da região administrativa especial da China em vídeo. A chefe do Executivo de Hong Kong, …

Barcelona se prepara para novos protestos, depois de noite tensa em aeroporto

A Catalunha se prepara para um novo dia de indignação, depois que milhares de ativistas pela independência cercaram o aeroporto de Barcelona, na segunda e terça-feira, para denunciar a condenação de seus líderes a sentenças …

Erdogan acusa militares sírios de bombardear posições turcas

Dois soldados turcos foram mortos na área de Manbij pelo Exército do governo sírio, disse o presidente turco Recep Tayyip Erdogan. No dia anterior foi noticiada a morte de mais dois soldados turcos durante um ataque …

Operação da PF amplia briga interna no PSL

A disputa pública pelo comando do PSL, o partido do presidente Jair Bolsonaro, ganhou um novo capítulo nesta terça-feira (15/10) quando agentes da Polícia Federal (PF) realizaram uma operação de busca e apreensão na casa …

Cidade na Itália proíbe Google Maps porque pessoas 'se perdem' o tempo todo

Serviços de emergência de Baunei já tiveram que resgatar 144 perdidos em dois anos devido ao Google Maps. O prefeito da cidade italiana de Baunei, Salvatore Corrias, proibiu o uso do aplicativo de localização geográfica Google …

Emma Watson lança consultoria jurídica gratuita para mulheres assediadas no local de trabalho

A atriz Emma Watson acaba de lançar uma consultoria jurídica gratuita para mulheres que sofreram assédio no local de trabalho. O serviço está disponível na Inglaterra e no País de Gales. De acordo com o texto …

Polícia do Rio perdeu imagens que poderiam identificar assassinos de Marielle

A Polícia Civil do Rio de Janeiro perdeu imagens do carro dos suspeitos de matar a vereadora Marielle Franco gravadas no dia do homicídio, em 14 de março de 2018. A informação foi publicada neste domingo …

Protestos se espalham pela Catalunha após condenação de separatistas

Manifestantes bloqueiam principal aeroporto de Barcelona, além de ruas e uma via férrea, após nove líderes catalães serem condenados pela tentativa de independência da região. Confrontos com a polícia deixam feridos. A condenação de nove líderes …