Coronavírus: São Paulo se prepara para reabertura com 70% de leitos ocupados

Narendra Shrestha / EPA

O governo estadual de São Paulo ordenou a reabertura gradual dos estabelecimentos comerciais a partir dessa terça-feira (2). A gestão diz se basear no índice de infecções do novo coronavírus por cidade. Mesmo com 70% dos leitos hospitalares ocupados, o governador João Dória (PSDB) aposta em uma saída controlada e uma prevista volta à normalidade durante a crise.

O plano nivela as cidades em vários estados de infecção. A intenção é reabrir cidades que não estejam sofrendo com o vírus e controlar a circulação em regiões mais afetadas:

  • Vermelho, alerta máximo: Liberação apenas de serviços essenciais devido ao alto risco de contaminação;
  • Laranja, controle: Fase de atenção. Início da flexibilização de setores com baixo risco para a saúde;
  • Amarelo, flexibilização: Começa a abertura também controlada de um número maior de atividades;
  • Verde, abertura parcial: Flexibilização abrange outros ramos, mas ainda com restrições;
  • Azul, normal controlado: Todas as atividades têm permissão para funcionar, mas com medidas de distanciamento e higiene

O primeiro mapa divulgado pelo Governo Paulista conta com algumas questões: como a capital, São Paulo, ainda tem capacidade de leitos, ela se encontra no nível laranja. Guarulhos, maior cidade da região metropolitana, se mantém em vermelho. A transmissão intermunicipal pode acontecer da mesma maneira: segundo estimativas de 2017, 120 mil moradores de Guarulhos vão para a capital diariamente e 30 mil fazem o caminho reverso.

O prefeito Bruno Covas (PSDB), porém, só irá permitir a reabertura dos estabelecimentos através da Vigilância Sanitária. “Só serão liberados na cidade a partir da assinatura do protocolo com a prefeitura. E, assim que [as propostas forem] referendadas, os setores vão poder reabrir na cidade”, disse em coletiva.

O biólogo Átila Iamarino criticou a decisão do governo de São Paulo:

A pressão política causada pelas manifestações contra o governador, lideradas por grupos pró-Governo Federal, pode explicar a reabertura precoce de São Paulo.

“A flexibilização será possível nas cidades que tiverem redução consistente do número de casos, disponibilidade de leitos em seus hospitais públicos e privados e estiverem obedecendo o distanciamento social nos ambientes públicos, além da disseminação e do uso obrigatório de máscaras”, afirmou João Dória (PSDB) em coletiva.

Segundo um estudo da UFPel, apenas 3% da população paulistana entrou em contato com o vírus. Isso significa, na prática, que até chegarmos aos 70% da chamada “imunidade de rebanho”, muita gente vai morrer. Há algumas semanas atrás, o governador João Dória reiterou que a reabertura só seria possível após o Estado manter 70% de isolamento social. Isso nunca aconteceu.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Apesar de ter vacinado mais da metade da população, Israel teme 2ª onda de Covid

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, alertou nesta terça-feira que o país pode enfrentar uma nova onda de coronavírus. Segundo ele, o aumento do número de doentes, causado pela chegada da variante Delta, “importada” por …

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …

Ministro da Saúde diz que não há mudança de estratégia para a Coronavac

No início desta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, revelou que não haverá qualquer mudança de estratégia para a aplicação da CoronaVac. A declaração do ministro foi feita em audiência ao Senado Federal, revelando …

Há 80 anos, Hitler invadia a URSS – e começava a perder a guerra

Adolf Hitler e seus generais vinham planejando há meses para este momento. No domingo, 22 de junho de 1941, havia chegado a hora: às 3h15 da manhã, a Wehrmacht, forças armadas nazistas, atacou a União …

Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista …

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …