Dormir mal envelhece

Desafiados a associar o sono ao envelhecimento, uma equipe de cientistas encontrou uma ligação entre a síndrome da apneia obstrutiva do sono e oito marcadores do processo de envelhecimento celular prematuro.

Uma equipe de pesquisadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra, em Portugal, encontrou uma ligação entre a síndrome de apneia obstrutiva do sono e oito marcadores do processo de envelhecimento celular prematuro.

A perturbação do sono está relacionada com um maior risco de desenvolver várias doenças, entre elas problemas cardíacos, demência e até acidentes vasculares cerebrais (AVCs). Contudo, o envelhecimento celular prematuro pode ocorrer em pessoas que não sofrem da patologia e que, simplesmente, dormem mal.

Segundo o Público, a equipe de pesquisadores procurou estudos anteriores que tivessem tentado relacionar a apneia do sono com marcadores que já se sabia que estão relacionados com o envelhecimento celular, como problemas nucleares, mitocondriais, alterações epigenéticas do DNA, entre outros.

Cláudia Cavadas, pesquisadora do CNC, admite ao jornal que encontraram uma “correlação entre a apneia e, pelo menos, oito dos marcadores de envelhecimento”, em um artigo publicado na revista Cell em julho de 2017.

No texto, os cientistas defendem que o envelhecimento celular prematuro pode facilitar o desenvolvimento de doenças associadas ao envelhecimento e fazer com que apareçam mais cedo. “Foi a primeira vez que as duas coisas se uniram, a apneia do sono ao envelhecimento”, admite Cláudia Cavadas.

No entanto, o maior risco à qualidade do sono “é a falta de respeito que há” por ele, alerta o médico Joaquim Moita, presidente da Associação Portuguesa do Sono e outro dos autores do artigo publicado na Cell, considerando que é necessário combater “uma cultura” de dormir pouco e sem regra.

“O sono ainda não é valorizado como algo essencial para nosso bem-estar e nossa saúde”, disse à Joaquim Moita à agência Lusa.

“Achamos que trabalhar é mais importante que dormir. Mas depois, qual será a rentabilidade no trabalho? O que se produziu do ponto de vista físico e intelectual? Se não dormimos oito horas, a rentabilidade é mais baixa, e as empresas são regidas cada vez mais pela rentabilidade do que pelo número de horas”, destacou o presidente.

Além de alertar para a importância de dormir mais horas, salienta que é necessário não ir atrás de “manias e modas”, como “levantar bem cedo e sair para correr”, pois “é caminho andado para um enfarte”.

Normalmente, o ritmo endógeno do ser humano diz que “às 6h está na hora de se preparar para acordar”, produzindo cortisol (hormônio associado à atividade e movimento), sendo que perto das 21h, com a escuridão, começa a ser liberada melatonina (associada ao sono), que atinge seu pico por volta das 0h, explicou Francisco Moita.

Frente a esse processo, o Sol acaba sendo um “marcador do tempo”, que ajuda a sincronizar o ambiente e o ritmo interno de cada um. O hábito de estar à frente de computadores, smartphones e televisões à noite acaba inibindo a liberação da melatonina, frente à emissão de luz azul pelos aparelhos.

O trabalho noturno também pode ter consequências, especialmente se for mais de oito horas por dia e durante mais de duas semanas e horários de trabalho muito flexíveis – situação verificada frequentemente entre profissionais liberais – também pode resultar em implicações para a saúde.

“Há uma hora para descansar e uma hora para estar acordado, mas a sociedade moderna não respeita muito nossos relógios e ritmos. É preciso combater a desregulação”, concluiu o especialista.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Aquecimento global afetará saúde das novas gerações, diz relatório

Um relatório publicado nesta quinta-feira na revista científica The Lancet, a poucas semanas da conferência internacional para o clima (COP25), alerta para os riscos sanitários relacionados ao aquecimento global e às emissões de gás carbônico. O …

Estudante abre fogo em escola na Califórnia

Ao menos duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas depois que um aluno abriu fogo nesta quinta-feira (14/11) numa escola secundária no sul da Califórnia, nos Estados Unidos, causando pânico entre estudantes e funcionários. …

Governo italiano deve decretar estado de catástrofe natural em Veneza

Metade da cidade está debaixo d’água, atingida pela pior cheia em 53 anos. O nível subiu 187 cm na terça-feira (12), o segundo mais alto desde 1966. A situação levou o governo a decidir decretar …

Oxigênio descoberto em Marte intriga cientistas da NASA

Padrão de comportamento do oxigênio recém-descoberto pelo rover Curiosity, da NASA, é tão diferente que os cientistas não conseguem desvendá-lo através dos processos químicos conhecidos pela ciência. A agência espacial norte-americana divulgou os resultados da análise …

O misterioso "Monstro Tully" acaba de ficar ainda mais esquisito

Um fóssil de 300 mil anos descoberto na década de 1950 no estado de Illinois (EUA) tem gerado muitas discussões entre cientistas. Batizado de Tullimonstrum, ou Monstro Tully, ele se parece com uma lesma. Mas …

Com asilo a Evo Morales, diplomacia mexicana dá passo à esquerda

México assume liderança esquerdista na América Latina ao receber o ex-presidente boliviano. Para analistas, medida desvia atenção de problemas internos, mas é jogo perigoso diante da dependência econômica dos EUA. A viagem de Evo Morales ao …

Incêndios florestais matam quatro pessoas e centenas de cangurus na Austrália

O número de vítimas pelos incêndios no leste da Austrália, onde 140 focos ainda continuam ativos, subiu para quatro nesta quinta-feira (14), com a descoberta de um cadáver perto da cidade de Kempsey, em Nova …

Holanda reduzirá limite de velocidade para combater poluição

O governo da Holanda reduzirá o limite máximo de velocidade nas rodovias do país como parte de uma série de medidas para combater as emissões de óxido de nitrogênio, geradas em grande parte por veículos …

A polêmica sobre campos de extermínio nazistas que opôs a Polônia ao Netflix

O primeiro-ministro da Polônia, Mateusz Morawiecki, enviou uma carta ao Netflix insistindo em mudanças no documentário The Devil Next Door (o diabo ao lado), sobre campos de extermínio nazistas. Na carta enviada no domingo, 10, e …

O único problema de ser filho único é o estigma

Filhos únicos possuem uma péssima reputação. Quantas vezes você não observou algum pai ser criticado por escolher ter apenas um pimpolho? “Ele vai ficar mimado, muito sozinho, egoísta, etc. etc. etc”. É um senso comum. Parece, …