Erupções vulcânicas podem acabar com o verão

rodolfoaraiza.com / Flickr

Erupção do vulcão Fuego, na Guatemala

Erupções vulcânicas de grandes proporções em um futuro próximo podem prejudicar as temperaturas a nível mundial. Se o clima continuar a mudar neste ritmo, as gerações futuras poderão ter que enfrentar “anos sem verão”.

Ao estudar o impacto que as grandes erupções vulcânicas poderiam provocar na Terra, uma equipe de cientistas do Centro Nacional de Investigação Atmosférica (NCAR) concluiu que os oceanos não serão capazes de nos proteger dos efeitos do enxofre em erupção e do perigo dos aerossóis como era habitual.

Os autores do novo estudo, publicado esta semana na Nature Communications, analisaram o impacto que a erupção do Monte Tambora teve no clima da Terra em abril de 1815. O estudo provou que esta erupção desencadeou o chamado “ano sem verão” de 1816.

Segundo o Last Millennium Ensemble (LME), projeto que simula o clima da Terra com base no histórico de erupções vulcânicas de 850 a 2006, a erupção do Monte de Tamborra, na Indonésia, causou um esfriamento global significativo e a formação de mais neve e gelo na Europa.

Este esfriamento fez com que as temperaturas no verão de 1816 fossem muito baixas, tendo causado a perda de colheitas, doenças e a morte de cerca de 100 mil pessoas em todo o mundo.

Através de simulações, os cientistas descobriram que se uma erupção semelhante acontecer em 2085, as temperaturas poderão diminuir ainda mais drasticamente do que em 1815. Alertam ainda que essa diminuição não será suficiente para compensar o aquecimento futuro associado às mudanças climáticas.

Para além disso, os autores do estudo admitem que o esfriamento resultante da possível erupção poderia diminuir significativamente a quantidade de precipitação no mundo inteiro.

Por sua vez, com temperaturas mais altas – como as que têm se verificado – os oceanos serão cada vez menos capazes de moderar os impactos climáticos causados por erupções vulcânicas.

À medida que o nosso clima aquece, as temperaturas da superfície do mar também aumentam, fazendo com que a água mais quente não seja capaz de se misturar com a água mais fria e mais densa do fundo do mar.

Depois de tal erupção vulcânica, a água fica presa na superfície, em vez de se misturar no oceano, reduzindo a quantidade de calor liberada para a atmosfera. É por isso que os cientistas preveem a chegada dos “anos sem verão”.

No entanto, os resultados são apresentados de forma cautelosa, dado que os efeitos exatos são difíceis de prever. “A resposta do sistema climático à erupção de 1815 no Monte de Tambora nos dá uma perspectiva sobre o futuro, mas nosso sistema climático pode responder de forma muito diferente“, explicou o autor Otto-Bliesner.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Embraer negocia sua divisão de carros voadores com a norte-americana Zanite

A Embraear confirmou nesta quinta-feira (10) que iniciou negociações com a empresa norte-americana Zanite Acquisition para realizar a fusão de sua divisão Eve Air Mobility. A unidade é responsável pelo desenvolvimento de veículos elétricos de pouso …

NASA flagra 'choque cósmico' impressionante a 140 milhões de anos-luz da Terra

A NASA compartilhou a imagem de um sistema galáctico, denominado Arp 299, que consiste em duas galáxias que estão em meio a uma fusão. A imagem mostra dois objetos próximos de forma oval, emitindo feixes de …

Infecção por dengue cai 77% em teste com bactéria em mosquito Aedes Aegypti

Um método que usa bactérias em mosquitos conseguiu reduzir em 77% os casos de dengue, segundo um estudo publicado na prestigiosa revista científica The New England Journal of Medicine. O estudo, realizado na cidade de Yogyakarta …

Por que especialistas são contra dispensar máscaras no Brasil

Após Bolsonaro propor fim da obrigatoriedade da proteção facial para vacinados ou pessoas que já superaram uma infecção pelo coronavírus, especialistas classificam ideia de "absurda" e "temerária". A necessidade do uso de máscaras para conter a …

Por que Brasil ainda não pode relaxar uso de máscaras como os EUA fizeram

Amplamente recomendada por cientistas e alvo de desdém do presidente ao longo da pandemia, a máscara facial contra a covid-19 poderá ter seu uso flexibilizado no Brasil, segundo anunciou Jair Bolsonaro nesta quinta-feira (10/6). No …

STF autoriza Copa América no Brasil

Ministros do Supremo Tribunal Federal formam maioria para rejeitar ações que visavam impedir competição de seleções. Patrocinadores retiram suas marcas do evento após controvérsias e preocupações com avanço da pandemia. O Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou, …

China aprova vacina contra covid-19 para crianças com mais de três anos

Autorização de uso emergencial foi confirmada pela farmacêutica chinesa Sinovac, fabricante da Coronavac. No entanto, ainda não foi informado quando essa faixa etária começará a ser vacinada. A China aprovou o uso emergencial de uma vacina …

Por que falar palavrão nos dá uma sensação tão boa?

Todos nós já passamos por isso quando damos uma topada, somos fechados no trânsito ou derramamos café. De repente, soltamos um xingamento inflamado. Instintivamente, buscamos um palavrão e, como num passe de mágica, obtemos um certo …

A consciência humana cria a realidade?

Existe uma realidade física que é independente de nós? A realidade objetiva existe? Ou a estrutura de tudo, incluindo o tempo e o espaço, é criada pelas percepções do observador? A afirmação inovadora vem de um …

Primeiro caso humano de hantavírus é detectado em Michigan

Trata-se de uma mulher adulta, que foi hospitalizada por uma doença pulmonar grave causada pelo vírus. O Departamento de Saúde do estado norte-americano de Michigan (MDHHS, na sigla em inglês) detectou o primeiro caso humano de …