Ex-procurador acusa Trump de tê-lo demitido por ter recusado atender ligação do presidente

Pete Marovich / POOL / EPA

-

O ex-procurador federal de Nova York revelou ter sido demitido depois de ter se recusado a atender um dos vários telefonemas feitos pelo presidente dos EUA.

Em declarações ao programa This Week, do canal ABC News, Preet Bharara diz que o chefe de Estado ligou para ele mais de uma vez desde que assumiu a presidência e que, na terceira tentativa, se recusou a atender a chamada, conta a BBC.

Menos de um dia depois, o então procurador federal da cidade de Nova York foi demitido. A Casa Branca ainda não comentou as declarações ao canal norte-americano.

Indicado pelo ex-presidente Barack Obama, o ex-procurador de origem indiana revelou que Trump pareceu tentar “cultivar algum tipo de relacionamento” depois de terem se encontrado no fim de 2016. No entanto, Bharara achou a iniciativa “inadequada” já que Trump viria a assumir depois a presidência.

“Durante sete anos e meio, o presidente Obama me ligou zero vezes. Esse é o número de vezes que espero que um presidente dos EUA me ligue porque tem de haver uma relação sem intimidade dada a jurisdição que as pessoas ocupam”, contou.

O porta-voz de um dos advogados do presidente, Mark Corallo, disse no Twitter que, se Bhrarara se recusou a atender uma chamada de Trump, então “mereceu ser demitido”.

Hoje, os procuradores-gerais de Washington e de Maryland vão processar o presidente, alegando que violou cláusulas anticorrupção da Constituição ao aceitar milhões de dólares de governos estrangeiros pagos às suas empresas, destaca o Washington Post.

Os dois democratas baseiam o processo nos “milhões em pagamentos e benefícios de governos estrangeiros” recebidos por Trump desde que se mudou para a Casa Branca, e tendo em conta que optou por “manter a propriedade na sua empresa” depois de assumir o cargo.

Trump transferiu o controle do seu conglomerado empresarial para seus filhos Donald Jr. e Eric, de modo a evitar possíveis conflitos de interesse durante o tempo que ocupar a presidência.

No entanto, o procurador-geral de Washington, Karl A. Racine, e o procurador-geral de Maryland, Brian Frosh, consideram que Trump “quebrou muitas promessas de manter suas responsabilidades públicas separadas dos seus interesses empresariais privados”, incluindo ao receber atualizações regulares sobre a saúde financeira da empresa.

Se um juiz federal permitir que o caso avance, segundo explicaram os procuradores de Washington e Maryland ao jornal, um dos primeiros passos seria pedir cópias das declarações fiscais de Trump – que recusou torná-las públicas até agora – para que se saiba até onde chegam seus negócios no exterior.

Esta batalha, dizem, deverá terminar, provavelmente, no Supremo Tribunal, com os advogados de Trump obrigados a defender que as declarações de impostos do presidente se mantenham privadas.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Relatório da ONU aponta que 2020 deve ser um dos 3 anos mais quentes já registrados

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) publicou um relatório que aponta que o ano de 2020 deve ser um dos três anos mais quentes desde o início dos registros de temperatura. O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, …

Documentos oficiais mostram que a China escondeu informações sobre a Covid-19

Relatórios oficiais chineses teriam sido transmitidos à rede de TV americana CNN por meio de um informador anônimo. A investigação se chama “Wuhan files” e tem como foco o começo da pandemia de Covid-19, em …

Jovem que filmou morte de George Floyd por policiais brancos ganha prêmio por bravura

A mulher que filmou o assasinato de George Floyd pelo policial Derek Chauvin vai ser condecorada com um prêmio por sua coragem. Darnella Frazier, de 17 anos, fez o registro enquanto ia com o primo …

Remédio experimental reverteu o declínio mental da idade avançada em dias

Apenas algumas doses de um medicamento experimental podem reverter o declínio relacionados à idade na memória e flexibilidade mental em ratos, de acordo com um novo estudo realizado por cientistas da UC San Francisco. A droga, …

Bebê nasce de embrião congelado há 27 anos: quase a idade da mãe

A pequena Molly Everette Gibson, de um mês, estabeleceu um novo recorde no mundo. A garotinha, filha de Tina e Ben Gibson, nasceu de um embrião que foi congelado há 27 anos e gerado por …

Covid-19: exame pioneiro mostra danos em pulmões 3 meses depois de infecção por coronavírus

A covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, pode estar causando anormalidades pulmonares ainda detectáveis mais de três meses após os pacientes serem infectados, revela um novo estudo. Cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, …

"Hyperloop de levitação": a próxima revolução nas viagens?

Imagine viajar para o trabalho a quase 1.000 km/h, pairando um pouco acima do solo, sem barulho de motor. Pode soar como um filme de ficção científica, mas este cenário se aproximou da realidade quando o …

OMS alerta para situação "muito preocupante" da Covid-19 no Brasil

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse nesta segunda-feira que a situação da pandemia de Covid-19 no Brasil é "muito, muito preocupante". A declaração foi dada durante uma entrevista …

NASA detecta 150 objetos voadores não identificados orbitando a Terra

Para além de qualquer especulação vaga ou teoria da conspiração, os famosos Objetos Voadores Não-Identificados – mais conhecidos como OVNIs – são uma realidade, cada vez mais documentada e tornada publica por agências espaciais como …

Reino Unido aprova vacina da Pfizer para uso já na semana que vem

O governo do Reino Unido anunciou nesta quarta-feira (02/11) a aprovação da vacina para covid-19 produzida em parceria pela Pfizer e pela Biontech e adiantou que ela estará disponível já na próxima semana. O governo comunicou …