Homem de Neandertal já usava aspirina e antibióticos

O homem de Neandertal, o parente mais próximo dos humanos atuais e extinto há 29 mil anos, tinha hábitos alimentares variados e conhecimentos sobre plantas medicinais, incluindo o uso do que seria hoje a “aspirina”.

O estudo foi liderado pelo Centro Australiano de DNA, em colaboração com a Escola Odontológica da Universidade de Adelaide e com a Universidade de Liverpool, Reino Unido.

A análise do DNA encontrado na placa dentária dos antepassados do homem deu informações surpreendentes sobre o seu comportamento, evolução histórica e dieta.

Os autores do estudo, publicado ontem na revista Nature, concluíram por exemplo que os neandertais usavam medicamentos à base de plantas para tratar a dor de cabeça, e que havia diferenças dietéticas entre grupos distintos.

“A placa dentária, que prende microrganismos que vivem na boca, agentes patogênicos encontrados nos aparelhos respiratório e gastrointestinal, bem como pedaços de comida presos nos dentes, preservou o DNA por milhares de anos“, explicou a principal responsável pelo estudo, Laura Weyrich, do Centro Australiano de DNA Antigo.

Assim, a análise genética desse DNA representa uma “janela privilegiada” sobre o estilo de vida do homem de Neandertal. Com detalhes sobre o que comia, as doenças que sofria ou o ambiente como fator que afetava o comportamento.

A equipe internacional analisou e comparou amostras da placa dentária de quatro esqueletos de homens de Neandertal encontrados em cavernas em Spy, na Bélgica, e em El Sidrón, Espanha. A idade dos quatro varia entre 42 e 50 mil anos.

“Descobrimos que os neandertais de Spy consumiam rinocerontes e ovelhas selvagens, acompanhadas por cogumelos”, disse Alan Cooper, diretor do Centro, acrescentando que os de El Sidrón não mostraram indícios de consumo de carne mas pareceram antes consumidores de uma dieta à base de vegetais e sementes.

“Uma das descobertas mais surpreendentes foi feita em um Neandertal de El Sidrón, que tinha um abscesso dentário. A placa mostrou também que ele tinha um parasita intestinal que causava diarreia aguda, pelo que claramente estava muito doente”, explicou.

Ele estava comendo populus que contém ácido salicílico, o ingrediente ativo da aspirina, para tirar a dor, e também detectamos um antibiótico natural que não encontramos em outros espécimes”, disse o diretor.

Segundo o investigador, o homem de Neandertal tinha um bom conhecimento das plantas medicinais e das suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas e se automedicava. Mas o mais surpreendente, adiantou, foi o uso de antibióticos 40 mil anos antes de ser descoberta a penicilina.

A análise científica permitiu ainda descobrir que vários micróbios causadores de doenças já eram “compartilhados” pelos antigos humanos e que a comunidade microbiana oral não se alterou na história recente.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Buracos negros são famintos, mas possuem boas maneiras à 'mesa', aponta estudo

Todos os buracos negros supermassivos nos centros das galáxias possuem períodos nos quais devoram a matéria situada de seus arredores. De acordo com um estudo publicado na revista científica Astronomy & Astrophysics, as galáxias ativas têm …

Pnad e Caged: No auge do desemprego, Brasil enfrenta falhas nas estatísticas do mercado de trabalho que confundem e desorientam

Num momento em que o país tem registrado números diários de mortes por covid-19 que ultrapassam 4 mil e diversos Estados e municípios reforçam medidas de distanciamento social, na tentativa de conter a propagação do …

Jovem negro de Minnesota morreu por “disparo acidental”, afirma polícia

Policial teria confundido arma de descarga elétrica com arma de fogo. Incidente em meio a julgamento da morte de George Floyd acirra tensões e agrava protestos. Mineápolis e outras cidades ampliam toque de recolher. A policial …

Bia, assistente de voz do Bradesco, vai responder mensagens de assédio

O Bradesco precisou tomar providências para proteger uma mulher de assédio. No caso, uma mulher que nem existe fisicamente. A mulher que dá voz ao sistema de inteligência artificial do aplicativo, a Bia (sigla para Bradesco …

Covid-19: Médicos pressionam governo francês para aumentar controles de pessoas vindas do Brasil

Especialistas acreditam que medidas do governo francês para frear entrada de variante P1 no país são insuficientes e pressionam para aumento de controles de passageiros provenientes do Brasil nos aeroportos ou pela suspensão dos …

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e aposentar as baterias no futuro

O mundo já conhece os benefícios da tecnologia 5G como a alta velocidade na transmissão de dados e baixa latência. Agora, os cientistas do Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos EUA, descobriram que essas redes …

Covid: como evitar a trágica marca de 5 mil mortes por dia no Brasil?

No dia 19 de maio de 2020, o Brasil atingiu pela primeira vez a marca das mil mortes diárias por covid-19. Esse número permaneceu relativamente estável, em um patamar considerado alto, durante todo o segundo semestre …

Físicos afirmam que o universo é um computador de aprendizado de máquina

Físicos teóricos que trabalham com a Microsoft lançaram um artigo na sexta-feira afirmando que o universo é essencialmente um computador de aprendizagem de máquina (machine learning, em inglês). Os pesquisadores, vários afiliados à Microsoft, pré-publicaram um …

Mundo ainda tem países sem uma única dose de vacina

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 600 milhões de doses de vacina contra a covid-19 já foram aplicadas em todo o mundo. Mas a discrepância entre países é alta: enquanto, …

Covid: site calcula quando você será vacinado. Resultados não animam

Um grupo de voluntários chamado CoronavirusBra desenvolveu uma plataforma para calcular quando você será vacinado contra a covid-19. O ‘Quando vou ser vacinado?’ utiliza dados públicos como a média de imunizados com o número de pessoas …