Indígena e de escola pública, pai é aprovado com a filha para cursar Engenharia no Ceará

Tânia Rêgo / ABr

Pai e filha, que vivem em uma comunidade indígena no nordeste, foram aprovados e entraram juntos na universidade. João Monte Rodrigues, de 52 anos, e a filha Ester Rodrigues, de 17, passaram na Universidade Federal do Ceará (UFC). Ele para Engenharia de Petróleo e ela para Engenharia Ambiental.

Eles moram na comunidade indígena dos Tapeba, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. João é funcionário de serviços gerais em uma repartição pública. Ele passou 34 anos longe da sala de aula até que, desempregado, ele decidiu voltar à escola em 2012.

Ele havia estudado até a quarta série, em 1979, mas o incentivo de amigos, familiares e, posteriormente, dos professores, o fizeram continuar a estudar.

Beneficiário das ações afirmativas para a população indígena, ele conquistou a sonhada vaga no curso de Engenharia depois que participou do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em entrevista ao jornal cearense O Povo, João Rodrigues disse que está emocionado com a conquista.

Ainda nem caiu a ficha. [Ser universitário] é grande pra mim, um sonho mesmo. Acho que só vou acreditar quando entrar na sala de aula, no primeiro dia mesmo. Estou ansioso. Penso na glória do final, em conquistar uma carreira. Já me considero um grande vitorioso, em chegar até aqui”, declarou.

Após a aprovação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a matrícula foi feita no começo de fevereiro. “Foi muito emocionante até porque pensaram que o meu pai estava só me acompanhando. Foi divertido”, relata Ester, sobre a ocasião de matrícula na UFC.

(dr)

Durante a infância, João não conseguiu estudar por ter de conciliar os estudos com o trabalho na roça ou em outras atividades, como faxina.

As dificuldades também se estenderam à filha Ester. Ambos estudavam juntos até meia-noite para tirar as dúvidas que surgiam na sala de aula. “Nessa idade, é mais cansativo, mais difícil, mas conseguimos e terminamos juntos”, contou o estudante.

Para conseguir finalizar a graduação, João agora espera conseguir uma Bolsa Permanência (que dá uma modesta ajuda de custo a estudantes que precisam) do Ministério da Educação (MEC). Ele teme ter que largar os estudos caso não consiga assistência estudantil, já que o curso de engenharia de petróleo tem frequência integral, o impedindo de trabalhar.

Além de quilombolas e indígenas, a Bolsa Permanência do MEC também se aplica a estudantes de instituições federais de ensino superior em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …