Meninas atearam fogo em orfanato em protesto contra abusos sexuais

Esteban Biba / EPA

-

Pelo menos 21 pessoas morreram e outras 39 ficaram feridas em um incêndio registrado esta quarta-feira em um orfanato na Guatemala, quando as jovens tentaram protestar contra abusos sexuais e físicos que vinham sofrendo, segundo fontes familiares.

O provedor dos Direitos Humanos, Abde Paredes, explicou aos jornalistas que, segundo as primeiras investigações, o fogo foi posto pelas próprias meninas e teria começado com um colchão.

O departamento nacional da polícia referiu que um total de 39 pessoas ficaram feridas, 14 das quais em estado grave devido a queimaduras.

Uma centena de pessoas concentrou-se no local para pedir às autoridades as identidades dos mortos e feridos, não tendo recebido, até ao momento, qualquer informação.

As meninas feridas e mortas teriam escolhido o Dia Internacional da Mulher para protestar contra os abusos sexuais e físicos que vnham sofrendo no orfanato.

O pai de Pablo, um menino de 14 anos, contou que o filho está no centro, mas desconhecia o seu estado. O homem disse, contudo, não ter dúvidas que o rapaz é vítima de abusos.

“É assim que tratam as pessoas. Ele tem feridas quando venho vê-lo e se pergunto quem o machucou fica nervoso”, disse o homem, que prefere não se identificar.

No centro estavam 748 menores, apesar de a sua capacidade ser de 400, incluindo órfãos e vítimas de violência e alguns acusados de pertencer a grupos criminosos ou de terem cometido delitos, segundo os familiares.

Um grupo de mulheres comentou os testemunhos de várias crianças que alegam serem “espancadas e violentadas”.

“Não são criminosos, nem animais. São crianças, são pessoas, são adolescentes”, gritou uma delas.

O Presidente da Guatemala já anunciou a destituição do diretor do centro de menores e manifestou ainda pesar e “solidariedade” para com as famílias e os feridos, decretando, em face “da dimensão desta tragédia nacional”, três dias de luto.

Em uma mensagem à nação, Jimmy Morales afirmou que o executivo “lamenta profundamente” a tragédia e anunciou que estão sendo investigadas as causas do incidente para apurar responsabilidades, apesar de lamentar que “os órgãos jurisdicionais” não tenham respondido a tempo de transferir alguns dos menores.

O orfanato tem se envolvido em polêmica desde 2016. Pelo menos 47 jovens fugiram, o que levou a Secretaria da Presidência, responsável pela custódia das crianças, a destituir o diretor.

As autoridades investigam desde então os fatos e uma juíza decretou o encerramento do centro, motivo que levou dois juízes do Supremo Tribunal da Justiça a deslocar-se ao local para verificar a situação.

Dezenas de bombeiros, a polícia, a Cruz Vermelha e membros da Coordenação Nacional para a Redução de Desastres estiveram no local.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa - ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. É que as atividades humanas, tais como a circulação …

IA sincronizada com música cria rostos falsos, o resultado pode se aterrorizante

As pessoas ainda aprendem a melhor forma de empregar as redes neurais artificiais, aprendizado de máquina e avanços em inteligência artificial. Entre as pesquisas práticas há a busca por empregar essas técnicas de forma a …

Coronavírus: 92% das mães nas favelas dizem que faltará comida após um mês de isolamento

"Muitas pessoas entraram na linha de pobreza da noite para o dia. O casal que trabalhava no shopping na semana retrasada, que recebia por semana, fez a compra da semana passada e nesta semana já …

Dois anos após mortes de Marielle e Anderson, Anistia Internacional cobra identificação de mandantes

Dois anos após os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018, o crime permanece sem solução e ilustra a impunidade no combate à violência …

Coronavírus poderia ser a 1ª de muitas outras pandemias futuras, adverte cientista

Apesar do registro de mais de um milhão de infectados à escala mundial, a doença poderia ser suplantada por patologias bem mais perigosas. Comparando com as doenças que poderiam reaparecer como resultado do aquecimento global, o …

Pesquisadores portugueses revelam que os neandertais foram pioneiros na exploração de recursos marinhos

Um novo estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Lisboa (Portugal) descobriu que a familiaridade dos hominídeos com o mar e os seus recursos é muito mais antiga do que se pensava – ao que …

Filipinas: presidente Duterte diz que polícia deve matar quem perturbar confinamento

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, disse que as forças de ordem podem abater qualquer pessoa que provoque “transtornos” nas regiões onde o confinamento da população foi decretado. As autoridades do país tentaram minimizar as declarações …

Evangélicos fazem coro com Bolsonaro e negam riscos do coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro gosta de copiar o seu ídolo americano, Donald Trump – da suposta inofensividade do coronavírus até os poderes de cura de medicamentos como cloroquina e hidroxicloroquina, passando pela teoria da conspiração …

'Estamos em guerra': França confiscou 1 milhão de máscaras destinadas à Espanha e Itália

Os dois países se envolveram em uma disputa diplomática depois que parte das máscaras com destino a outros países vindas da China foram retidas em cidades francesas. As autoridades francesas apreenderam milhões de máscaras que uma …

Sobrevivente da 2ª Guerra e Gripe Espanhola se cura do coronavírus ao 104 anos

Depois da Segunda Guerra Mundial e da pandemia de gripe espanhola, a nova inimiga do soldado aposentado William ‘Bill’ Lapschies, nascido em Salem em 1916, foi a Covid-19 – e ele venceu a batalha! Aos 104 …