“Milagre” de São Francisco de Assis pode ter acontecido mesmo

Albert Chevallier Tayler (1862–1925)

Pintura de São Francisco de Assis

Uma equipe de cientistas confirmou a idade e o conteúdo de um saco de pão velho que está no centro de um “milagre” atribuído a São Francisco de Assis, em 1224. A análise científica reforça, assim, o mito medieval em torno do Santo.

Conta o “milagre” que, em 1224, apareceu um saco de pão à porta do Convento de Folloni, perto de Montella, na Itália. Era uma noite de inverno particularmente fria e a fé diz que o saco foi levado por um anjo a pedido de São Francisco de Assis que estava, naquela época, na França.

Nesse Convento de Folloni, estão preservados, em um relicário, os fragmentos têxteis desse saco de pão, guardados em um santuário bem protegido, como testemunhos do “milagre”.

Uma equipe de pesquisadores dinamarqueses, italianos e holandeses teve oportunidade de analisar esses vestígios, sob a liderança do professor Kaare Lund Rasmussen, especialista em análise arqueo-química da Universidade do Sul da Dinamarca.

Os resultados do estudo foram publicados no jornal Radiocarbon e revelam que parte do saco de pão foi usado como toalha de altar, durante 300 anos. Outra parte foi cortada em vários pedaços que foram então cedidos a outras instituições religiosas italianas.

Após um terremoto em 1732, foi construído um novo convento e os fragmentos ficaram guardados entre quatro paredes até que, em 1807, foram transferidos para uma igreja. Em 1817, metade do tecido foi devolvido ao convento e, em 1999, voltou ao local de origem a outra metade.

Hoje em dia, os vestígios têxteis do saco de pão estão guardados em um relicário.

As análises realizadas pelos pesquisadores revelaram que o têxtil data de 1220 a 1295, o que é consistente com o “milagre”, conta o químico Kaare Lund Rasmussen em comunicado da Universidade dinamarquesa ao Archaeology News Network.

Os pesquisadores procuraram também vestígios de pão no saco, tendo detectado sinais de ergosterol, um tipo de colesterol que se encontra em vários tipos de mofo e que é considerado um potencial biomarcador. Este dado indicia que “provavelmente havia pão no saco”, frisa Rasmussen.

“Não sabemos quando, mas parece improvável que tenha sido depois de 1732, quando os fragmentos do saco foram emparedados para serem protegidos. É mais provável que o pão tenha estado em contato com o têxtil nos 300 anos anteriores a 1732, período em que o têxtil foi utilizado como toalha de altar”, diz o cientista.

“Ou talvez tenha sido, de fato, na fria noite do inverno de 1224. É possível“, conclui Rasmussen.

No artigo científico sobre a pesquisa, os pesquisadores realçam que a ciência “não pode provar uma lenda ou crença. O que pode fazer é ou desautenticar o objeto ou mostrar a concordância entre as provas físicas/químicas e a lenda”.

Entretanto, os cientistas não abordaram como o saco foi parar na porta do convento. Mas essa parte do “milagre” cabe mais à crença do que à ciência.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Dinossauro paulista: fóssil de cerca de 65 milhões de anos paralisa obras de rodovia

Obras foram retomadas nesta segunda-feira (26) após a extração do osso de Titanossauro ser concluída. O achado parou a duplicação da SP-333, no interior do estado, por dois meses. A duplicação da Rodovia Dona Leonor Mendes …

Hong Kong condena primeiro réu pela lei de segurança nacional

Tong Ying-kit, de 24 anos, foi considerado culpado nesta terça-feira (27/07) por incitar a secessão e o terrorismo, tendo se tornado a primeira pessoa condenada pela lei de segurança nacional de Hong Kong, imposta por …

Estudo de genoma revela qual inseto foi 1º a ser extinto pelo homem nos EUA

DNA de borboleta de 93 anos confirma primeiro caso de extinção de inseto por culpa do homem nos EUA. Espécie foi vista pela última vez em São Francisco no início dos anos 1940. Uma equipe de …

A vida secreta dos filhos dos neandertais

Em qualquer verão normal, a famosa Praia de Castilla, na Espanha, uma faixa perfeita de areia de 20 km cercada por uma reserva natural e próxima a um centro turístico, estaria coberta de pegadas de …

“Bolsonaro não está dando os anéis, mas os dedos para tentar salvar o braço”, diz cientista política

O novo ministro super poderoso do governo de Jair Bolsonaro, Ciro Nogueira, nomeado para a Casa Civil, toma posse esta semana. Apesar de todo o fisiologismo, a analista Graziella Testa, da Escola de Políticas …

Não vacinados ameaçam combate à covid nos EUA

Em meio à disseminação de teorias da conspiração e a uma alta das infecções pelo coronavírus entre não vacinados, autoridades de saúde dos EUA lutam para convencer mais pessoas a se imunizarem contra a covid-19. Em …

Helicóptero da NASA estabelece novo recorde durante seu 10º voo em Marte

Neste sábado (24) o pequeno helicóptero da NASA em Marte, Ingenuity, conseguiu ultrapassar a marca de 1,6 km de distância percorrida acumulada após sobrevoar uma região rochosa na cratera Jezero. No sábado, o helicóptero robótico completou …

A curiosa rejeição de parte dos franceses ao passaporte sanitário na pandemia

No país onde o debate é uma espécie de esporte nacional, qualquer imposição verticalizada do governo pode ser considerada um acinte. Desde a Revolução, os franceses alimentam uma espécie de ojeriza ao compulsório que …

Astrônomo amador descobre nova lua na órbita de Júpiter

O corpo celeste recebeu o nome provisório de EJc0061 e mais provável é que seja um novo membro do grupo Carme, que orbita o planeta junto a outras 78 luas. O estudante Kai Ly se tornou …

Microsoft diz que 70% dos brasileiros já foram alvos do golpe de suporte técnico

Imagine estar navegando pela internet e se deparar com uma janela afirmando que há algo de errado com sua instalação do Windows. Ao clicar, você consegue entrar em contato com um técnico, que dá instruções …