Mistério sobre tornados nos polos de Júpiter pode ser solucionado em breve

Júpiter é um planeta cheio de mistérios, mas um dos mistérios mais intrigantes veio com as observações da sonda Juno, da NASA. Ela mostrou aos cientistas que existem ciclones gigantes que formam padrões geométricos ao redor dos polos, e ninguém sabia explicar como eles se mantinham aglomerados — até agora.

Um novo estudo pode ter solucionado o mistério, mas não sem trazer outras perguntas à tona.

Na Terra, também existem ciclones que costumam se mover para ambos os polos, mas eles não formam aglomerados, muito menos padrões permanentes. Pelo contrário, eles se dissipam na terra ou na água.

Em Júpiter, entretanto, esses dois elementos não existem, então os ciclones continuam existindo. Até aqui, nada muito estranho. Mas por que eles não continuam seguindo em direção aos polos até se fundirem?

Em Saturno, por exemplo, algo semelhante acontece, mas os ciclones não pairam ao redor dos polos formando padrões. Eles simplesmente se fundiram em um único ciclone no norte e outro no sul.

Mas em Júpiter, o que a Juno encontrou foram oito vórtices ao redor de um vórtice central no polo norte, enquanto no polo sul existem seis. Isso contraria totalmente as teorias sobre o clima nas regiões polares de planetas gigantes.

Cheng Li, cientista planetário da Universidade da Califórnia, liderou um estudo para tentar solucionar o mistério. Com seus colegas, Li desenvolveu alguns modelos computacionais usando os dados da Juno sobre o tamanho e a velocidade de cada uma das tempestades, em busca de algo que pudesse justificar os padrões geométricos e a estrutura individual dos tornados durante tanto tempo sem se fundir.

O que eles encontraram não responde todas as perguntas, mas explica algumas coisas. É que a estabilidade dos tais padrões depende em parte da profundidade dos ciclones na atmosfera do gigante gasoso. Mais importante ainda é o estranho modo como Júpiter mantém seus anéis anticiclônicos, uma espécie de invólucro de vento que gira na direção oposta à qual o ciclone em si está girando.

Quanto mais proteção os vórtices tiverem contra esses anéis anticiclones, mais os ciclones podem se afastar uns dos outros. Quando proteção nas simulações eram menores, o resultado era uma fusão.

Em outras palavras, Júpiter possui um sistema intermediário de anéis anticiclones, sem muita proteção, mas também não é pouca o suficiente para ocorrer a fusão. Por isso, o padrão se mantém como está por tanto tempo. Agora, os cientistas tentarão descobrir por que exatamente esse-meio termo acontece. “No momento, não temos ideia do que os faz permanecer neste ponto ideal”, disse Li.

Um dos primeiros passos a seguir será pesquisar para saber como esses ciclones foram parar nessa região próxima aos polos. Os cientistas ainda não sabem se eles já nasceram ali e não se deslocaram deste então, ou se eles se formaram em outro lugar e então migraram para os polos.

A equipe de Li tem um palpite: eles afirmam que a segunda opção é a mais provável.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Sudão bane casamento infantil e mutilação genital feminina, mas prática apresenta desafios

Depois de derrubar o ditador Omar al-Bashir no ano passado, o Sudão deu importante passo para reverter alguns dos tantos horrores cometidos contra a população feminina no país – e tornou ilegal tanto o casamento …

Namíbia elege deputado chamado Adolf Hitler

O nome de um recém-eleito político da Namíbia, vem chamando atenção na mídia nacionais e internacionais. "Adolf Hitler teve uma vitória esmagadora nas eleições regionais na Namíbia", relatou o portal de notícias alemão Spiegel Online nesta …

Astrônomos mapeiam 1 milhão de galáxias previamente desconhecidas

Cerca de um milhão de galáxias previamente desconhecidas para além da Via Láctea foram adicionadas a um mapa detalhado de seção de espaço. Pesquisas sobre o espaço normalmente demoram anos para serem completas, mas um novo …

Brasil recebe vacina de Oxford em janeiro, promete Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o primeiro lote das vacinas de Oxford chega ao Brasil em janeiro. Serão 15 milhões de doses entre janeiro e fevereiro, totalizando 260 milhões ao longo do …

Cingapura é primeiro país a aprovar venda de carne de laboratório

Empresa californiana obteve autorização da cidade-Estado para usar sua carne de frango produzida a partir de cultura celular em chicken nuggets e garante que preço será competitivo. Cingapura é o primeiro país do mundo a aprovar …

Relatório da ONU aponta que 2020 deve ser um dos 3 anos mais quentes já registrados

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) publicou um relatório que aponta que o ano de 2020 deve ser um dos três anos mais quentes desde o início dos registros de temperatura. O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, …

Documentos oficiais mostram que a China escondeu informações sobre a Covid-19

Relatórios oficiais chineses teriam sido transmitidos à rede de TV americana CNN por meio de um informador anônimo. A investigação se chama “Wuhan files” e tem como foco o começo da pandemia de Covid-19, em …

Jovem que filmou morte de George Floyd por policiais brancos ganha prêmio por bravura

A mulher que filmou o assasinato de George Floyd pelo policial Derek Chauvin vai ser condecorada com um prêmio por sua coragem. Darnella Frazier, de 17 anos, fez o registro enquanto ia com o primo …

Remédio experimental reverteu o declínio mental da idade avançada em dias

Apenas algumas doses de um medicamento experimental podem reverter o declínio relacionados à idade na memória e flexibilidade mental em ratos, de acordo com um novo estudo realizado por cientistas da UC San Francisco. A droga, …

Bebê nasce de embrião congelado há 27 anos: quase a idade da mãe

A pequena Molly Everette Gibson, de um mês, estabeleceu um novo recorde no mundo. A garotinha, filha de Tina e Ben Gibson, nasceu de um embrião que foi congelado há 27 anos e gerado por …