NASA descobre Sistema Solar semelhante ao nosso com 8 planetas

A NASA anunciou a descoberta de um novo planeta no sistema Kepler-90. Isto significa que este sistema distante tem oito planetas, assim como o Sistema Solar, e com características muito semelhantes.

A descoberta da NASA, anunciada nesta quinta-feira (14), foi feita graças aos dados recolhidos pelo telescópio Kepler e à Inteligência Artificial (IA) do Google.

Os pesquisadores Christopher Shallue, engenheiro da Google, e Andrew Vanderburg, astrônomo da Universidade do Texas, nos EUA, programaram um computador com IA para que conseguisse identificar exoplanetas nas leituras de luz registradas pelo telescópio Kepler.

O Google treinou algoritmos de machine learning para aprenderem a detectar os padrões de luz deixados pelos planetas quando orbitam em torno de suas estrelas, e que são registrados pelo Kepler. Isto agilizou a análise da imensidão de dados recolhidos pelo telescópio.

Assim, foi possível detectar o novo planeta, batizado de Kepler-90i, confirmando que o sistema Kepler-90 tem tantos planetas como o Sistema Solar, ou seja oito, e com características semelhantes – os planetas menores ficam localizados perto da estrela e os maiores mais afastados, assim como no nosso sistema.

“O sistema de estrelas Kepler-90 é como uma mini-versão do Sistema Solar. Há pequenos planetas no interior e grandes planetas no exterior, mas está tudo muito mais próximo”, explica Andrew Vanderburg em comunicado da NASA.

O Kepler-90, que fica a 2.500 anos-luz de distância, é “muito mais compacto do que o Sistema Solar”, com “todos os oito mundos” muito “mais próximos da sua estrela do que a Terra está do Sol”, explica Vanderburg, citado pelo Live Science.

NASA / Wendy Stenzel

O sistema Kepler-90 que tem oito planetas, assim como o Sistema Solar

Temperaturas de 430 graus

O planeta Kepler-90i teria algumas semelhanças com a Terra mas seria, provavelmente, “muito quente para acolher vida”, já que “completa uma órbita [em torno da estrela] a cada 14,4 dias da Terra”, explica o Live Science, com base nas informações da pesquisa dos cientistas da NASA.

As temperaturas no planeta rondariam os 430 graus, salienta Vanderburg.

Além do novo planeta do sistema Kepler-90, a NASA descobriu ainda mais um planeta em outro sistema diferente, o Kepler-80g. Este é o sexto planeta do sistema que orbita uma estrela anã, localizada a cerca de 1.160 anos-luz do Sol.

Os cientistas da NASA vão continuar usando a IA do Google para procurar mais planetas “escondidos” nos dados do telescópio Kepler, que revelou mais de 2.500 mundos extraterrestres.

“Há muita quantidade de dados por explorar no sistema Kepler-90 e seria muito surpreendente se não houvesse mais planetas em torno desta estrela”, constata Vanderburg.

O cientista acredita que pode haver outros sistemas solares semelhantes ao nosso e ao Kepler-90, eventualmente já registrados na imensidão de dados recolhidos pelo telescópio Kepler.

“Os resultados demonstram o valor duradouro da missão Kepler“, constata a cientista Jessie Dotson, do Centro de Pesquisa da NASA na Califórnia, também citada no comunicado da agência espacial.

“Estou certa de que há mais novidades nos dados à espera de serem encontradas”, conclui.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

MDZhB: a misteriosa rádio soviética que segue emitindo sinais e ruídos há quase 50 anos

Uma misteriosa estação de rádio segue ininterruptamente transmitindo somente ruídos estáticos interrompidos por sons robóticos há mais de quatro décadas. Conhecida como UVB-76 ou MDZhB, os sinais da rádio são transmitidos de dois diferentes pontos da …

Atmosfera da Terra primitiva pode ter sido tão tóxica quanto a de Vênus hoje

Pesquisadores tentaram reproduzir o equilíbrio delicado entre os gases que evaporaram do oceano de magma e a atmosfera que eles podem ter criado, e descobriram que esta seria fina e composta por dióxido de carbono …

Enorme monolito misterioso descoberto no deserto de Utah

Uma ocorrência totalmente comum. Você está em um helicóptero sobrevoando uma região remota do sul de Utah contanto cabras e bodes selvagens, quando de repente avista um monolito inexplicável saindo do solo. A KSL TV, relatou …

Funcionário de funerária é demitido após tirar selfie com corpo de Maradona

Foi demitido o funcionário da funerária responsável pelo velório do ex-jogador Diego Armando Maradona que tirou uma foto ao lado do caixão com o corpo do astro, enterrado nesta quinta-feira, dia 26, na Grande Buenos …

Museu de Londres reunirá relatos de sonhos de britânicos na pandemia

Projeto visa documentar mudanças no sono causadas pelo confinamento e pela crise gerada com a covid-19, além de coletar narrativas sobre o período para gerações futuras. Mudanças no sono aparentemente têm sido comuns durante a pandemia …

'O Gambito da Rainha': série da Netflix ignora sexismo no xadrez, diz ex-campeã

Existem várias cenas comoventes em O Gambito da Rainha, a série da Netflix que conta a história fictícia de Beth Harman, uma jovem prodígio do xadrez da década de 1960. Em uma delas, um jogador experiente …

Detectada "partícula fantasma" no Sol que confirma teoria da década de 1930

Uma equipe internacional de cientistas conseguiu, pela primeira vez, detectar diretamente a presença do ciclo carbono-nitrogênio-oxigênio (CNO) na fusão nuclear do Sol. Este ciclo representa uma das reações de fusão pelas quais as estrelas convertem hidrogênio …

Musk acertou? Tesla se aproxima dos US$ 500 bilhões de valor de mercado

Nesta segunda-feira (23), a Tesla atingiu o valor de mercado de US$ 498 bilhões. E isso em um momento em que não se sabe se a empresa vai conseguir atingir a sua meta de entregar …

Papai Noel é considerado 'trabalhador essencial' na Irlanda

Na mesma semana em que novas restrições de viagem foram colocadas em prática no Reino Unido e na Irlanda diante dos estragos causados pela segunda onda da pandemia de covid-19 na Europa, a Irlanda fez …

Especialistas da ONU advertem sobre viés racista em algoritmos

Os países devem fazer mais para combater o racismo, principalmente nos algoritmos de inteligência artificial utilizados para reconhecimento facial e controles policiais. Essas ferramentas podem reforçar discriminações, alertam especialistas da ONU. Segundo a especialista jamaicana …