OMS declara emergência internacional no Congo devido a ebola

Martine Perret / ONU

Caso registrado numa das maiores cidades do país acende alerta da Organização Mundial de Saúde. Epidemia já deixou mais de 1,6 mil mortos em menos de um ano.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou nesta quarta-feira na República Democrática do Congo estado de emergência internacional devido ao surto de ebola que atinge o país. A designação é rara e usada apenas em casos de epidemias graves.

O surto de ebola no Congo é o segundo mais mortal já registrado no mundo e, apesar de ter sido contido em regiões remotas, a confirmação de um caso na cidade de Goma, no leste do país, nesta semana, preocupou especialistas.

“É o momento de a comunidade internacional se solidarizar com o povo do Congo, não de impor medidas punitivas e restrições contraproducentes que só servirão para isolar o país”, afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, após a reunião do Comitê de Emergência da organização.

O atual surto de ebola começou há quase um ano e já deixou mais de 1,6 mil mortos. No início desta semana, foi registrado um caso em Goma, a cidade mais povoada do país, e localizada a 20 quilômetros da fronteira com Ruanda, o que aumenta o risco de uma propagação da epidemia.

Segundo Tedros, a cidade é a porta de entrada para a região dos Grandes Lagos Africanos e para o resto do mundo. O paciente de Goma foi identificado como um pastor evangélico que viajou para Butembo, uma das cidades mais atingidas pela recente epidemia. Ele teria tocado em vários pacientes com ebola e o ocultou sua identidade para evitar exames de saúde durante sua volta para Goma.

“Há sinais preocupantes de uma possível expansão da epidemia. Apesar da melhora significativa em muitos lugares, há uma preocupação com a potencial disseminação em Goma”, esclareceu o Comitê de Emergência da OMS. Há atualmente 22 casos suspeitos da doença na cidade e nenhum tem relação direta com o do pastor, que morreu.

A avaliação da OMS indica que o risco de a epidemia continuar a se espalhar no Congo e “permanece muito alto”, mas o risco de se expandir para fora dessa região “permanece baixo”, acrescentou Tedros.

Cerca de 12 novos casos de ebola são registrados por dia na região. Este surto é o segundo mais mortífero da história, apenas ultrapassado pela epidemia que entre 2014 e 2016 atingiu a África Ocidental e que matou mais de 11,3 mil pessoas.

Países vizinhos do Congo, como Sudão do Sul, Uganda, Ruanda e Burundi estão em alerta máximo. A OMS pediu que eles impulsionem as coordenações de risco e melhorem a preparação para detectar casos importados da doença. A organização destacou que o fechamento das fronteiras pode piorar a crise, ao levar pessoas a atravessarem por rotas clandestinas e sem controle.

De acordo com as diretrizes da OMS, a declaração de estado de emergência internacional traz implicações para a saúde pública além das fronteiras nacionais e permite a realização de ações internacionais imediatas com a liberação de mais recursos para combater o surto.

Essa é a quarta vez que a organização declara estado de emergência internacional diante uma epidemia. A primeira vez foi em 2009 com a pandemia da gripe suína. A designação ainda foi usada durante a propagação do poliovírus em 2014, no surto de ebola que devastou partes da África Ocidental entre 2014 e 2016 e na epidemia do vírus da zika em 2016.

A República Democrática do Congo foi atingida nove vezes pelo ebola – a primeira manifestação do vírus no país foi em 1976.

No entanto, trata-se da primeira vez que um surto de ebola ocorre numa zona de conflito. A presença de grupos armados leva ao deslocamento contínuo de centenas de milhares de pessoas que podem ter tido contato com o vírus e dificulta o trabalho de organizações de socorro.

O vírus ebola é transmitido por meio do contato direito com sangue ou fluidos corporais contaminados, causa febre hemorrágica e pode atingir uma taxa de mortalidade de 90% caso não seja tratado a tempo.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Demi Lovato vai comandar programa de TV investigativo sobre OVNIs

A atriz e cantora Demi Lovato está prestes a se aventurar em um desafio de outro mundo. A artista anunciou na última semana a sua participação em uma série limitada para a plataforma de streaming …

CPI da Covid: como 'isolamento vertical' pode virar arma contra Bolsonaro

Uma das linhas de investigação da CPI da Covid apura se o governo federal adotou a estratégia da imunidade de rebanho, ou seja, a obtenção da imunidade coletiva por meio da infecção da população, no …

Astrônomos continuam encontrando inexplicáveis anéis circulares misteriosos no céu

Nos últimos anos, astrônomos avistaram vários objetos de rádio gigantescos e quase perfeitamente circulares no universo distante. Embora ninguém tenha uma explicação para essas entidades misteriosas ainda, uma equipe adicionou recentemente outra ao seu catálogo, …

Conflito tem seu dia mais sangrento em Gaza

Bombardeios israelenses deixam pelo menos 42 palestinos mortos e elevam total de vítimas a 188. Netanyahu diz que ataques continuarão. Sem um cessar-fogo à vista, o atual conflito entre Israel e Hamas teve neste domingo (16/05) …

Apple é acusada de enganar usuários através de aplicativos fraudulentos na App Store

A Apple segue batendo recordes financeiros. No entanto, escândalos um atrás do outro aumentam a preocupação em torno da App Store. Após chamar a atenção internacional com as recentes revelações sobre a existência de cassinos ocultos …

Chile escolhe representantes para elaborar nova Constituição

O domingo foi o último dia de votação no Chile para a escolha dos redatores da nova Constituição do país. Os 155 representantes eleitos terão a tarefa de mudar o texto herdado da ditadura. …

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …