Parentes de vítimas dos Ataques de 11 de Setembro processam Arábia Saudita

Joshua Siniscal / Flickr

Luzes lembram a posição das torres destruídas nos ataques terroristas de 11 de Setembro em Nova York

Luzes lembram a posição das torres destruídas nos ataques terroristas de 11 de Setembro em Nova York

Familiares de 800 vítimas dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 entraram ontem (20) com um processo no tribunal federal de Manhattan, em Nova York (EUA), contra a Arábia Saudita, país ao qual acusam de cumplicidade nos atentados, confirmaram à Agência Efe fontes judiciais.

O processo cobra indenização para as vítimas e seus parentes e acusa vários funcionários públicos da Arábia Saudita de estarem envolvidos no ataque, alegando que teriam ajudado alguns dos terroristas que sequestraram os aviões comerciais utilizados nos atentados.

O documento, apresentado pelo escritório de advocacia Kreindler & Kreindler, afirma que estes funcionários, de embaixadas sauditas, apoiaram os sequestradores Salem al-Hazmi e Khalid Al-Mihdhar um ano e meio antes dos ataques em vários aspectos.

Entre as ajudas alegadas, estão a facilitação de “dinheiro, proteção, conselhos, contatos, transporte, assistência com o idioma e a cultura dos EUA, identificação e o acesso a cursos de treinamento de pilotos”.

Além disso, a denúncia apresenta provas de que empregados da embaixada saudita na Alemanha apoiaram o líder do grupo de sequestradores, Mohammed Atta, e aponta que outro funcionário do governo da Arábia Saudita estava no mesmo hotel que vários dos terroristas no estado da Virgínia na noite anterior aos ataques.

Dos 19 sequestradores, 15 eram de nacionalidade saudita, e 3 tinham trabalhado para o governo do país.

Além disso, o processo diz que a família real saudita estava ciente de que fundos de várias organizações de caridade acabavam em poder da rede terrorista Al Qaeda, o que ela supostamente permitia para contar com o apoio de muçulmanos extremistas do país e permanecer assim no poder.

“Durante a década anterior ao 11 de setembro de 2001, a Arábia Saudita foi a responsável pelo financiamento substancial da Al Qaeda, que era vital para as operações da organização terrorista e seus preparativos para a materialização dos ataques de 11/9”.

A denúncia aponta ainda que os oficiais da Arábia Saudita ouvidos pelas autoridades americanas depois do atentado mentiram repetidamente “negando estar em contato ou ter informações sobre assistência material que prestaram aos sequestradores e à Al Qaeda”.

O escritório de advocacia que apresentou o processo civil trabalha no caso há vários anos e é especializado em defender vítimas de acidentes aéreos. Grande parte das acusações que constam na denúncia foram tiradas das investigações realizadas pelo FBI sobre o caso.

Os ex-presidentes George W. Bush e Barack Obama afirmaram em várias ocasiões que não há provas suficientes para ligar os ataques de 11/9 com a Arábia Saudita, mas os familiares das vítimas esperam uma possível mudança de postura com Donald Trump no poder.

A Arábia Saudita é um importante aliado dos EUA frente ao Irã, e onde Washington tem grandes interesses ligados ao petróleo.

Os familiares das vítimas apresentaram o processo poucos meses após a aprovação, no Congresso americano, da lei de “Justiça Contra os Patrocinadores do Terrorismo” (JASTA, na sigla em inglês).

A legislação permite às cortes federais americanas julgar outras nações pela ajuda em ações terroristas contra os EUA, independentemente de se o país acusado faz parte de sua lista oficial de Estados que apoiam o terrorismo.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Enorme monolito misterioso descoberto no deserto de Utah

Uma ocorrência totalmente comum. Você está em um helicóptero sobrevoando uma região remota do sul de Utah contanto cabras e bodes selvagens, quando de repente avista um monolito inexplicável saindo do solo. A KSL TV, relatou …

Funcionário de funerária é demitido após tirar selfie com corpo de Maradona

Foi demitido o funcionário da funerária responsável pelo velório do ex-jogador Diego Armando Maradona que tirou uma foto ao lado do caixão com o corpo do astro, enterrado nesta quinta-feira, dia 26, na Grande Buenos …

Museu de Londres reunirá relatos de sonhos de britânicos na pandemia

Projeto visa documentar mudanças no sono causadas pelo confinamento e pela crise gerada com a covid-19, além de coletar narrativas sobre o período para gerações futuras. Mudanças no sono aparentemente têm sido comuns durante a pandemia …

'O Gambito da Rainha': série da Netflix ignora sexismo no xadrez, diz ex-campeã

Existem várias cenas comoventes em O Gambito da Rainha, a série da Netflix que conta a história fictícia de Beth Harman, uma jovem prodígio do xadrez da década de 1960. Em uma delas, um jogador experiente …

Detectada "partícula fantasma" no Sol que confirma teoria da década de 1930

Uma equipe internacional de cientistas conseguiu, pela primeira vez, detectar diretamente a presença do ciclo carbono-nitrogênio-oxigênio (CNO) na fusão nuclear do Sol. Este ciclo representa uma das reações de fusão pelas quais as estrelas convertem hidrogênio …

Musk acertou? Tesla se aproxima dos US$ 500 bilhões de valor de mercado

Nesta segunda-feira (23), a Tesla atingiu o valor de mercado de US$ 498 bilhões. E isso em um momento em que não se sabe se a empresa vai conseguir atingir a sua meta de entregar …

Papai Noel é considerado 'trabalhador essencial' na Irlanda

Na mesma semana em que novas restrições de viagem foram colocadas em prática no Reino Unido e na Irlanda diante dos estragos causados pela segunda onda da pandemia de covid-19 na Europa, a Irlanda fez …

Especialistas da ONU advertem sobre viés racista em algoritmos

Os países devem fazer mais para combater o racismo, principalmente nos algoritmos de inteligência artificial utilizados para reconhecimento facial e controles policiais. Essas ferramentas podem reforçar discriminações, alertam especialistas da ONU. Segundo a especialista jamaicana …

Estudo de dentes de megalodonte revela segredos do tubarão de 18 metros

Especialistas em tubarões revelaram mais informações sobre um dos maiores predadores dos mares – o megalodonte. Nova pesquisa de dentes fossilizados da espécie Odotus megalodons, chamada também de megalodonte, sugere que os tubarões fêmeas desta espécie …

Escritor é alvo de censura e terá conta no Twitter suspensa por críticas contra Igreja Universal

O escritor J. P. Cuenca foi censurado por uma decisão judicial e terá sua conta do Twitter suspensa após o juiz da comarca de Campos dos Goytacazes (RJ), Ralph Machado Manhães Junior, acatar um pedido …