“Paris, capital anti-Bolsonaro”, publica jornal Le Monde

Marcelo Sayao / EPA

O jornal Le Monde desta sexta-feira (21) publica uma matéria sobre a mobilização na França de associações, intelectuais e artistas contra o atual governo brasileiro. “Paris, capital anti-Bolsonaro” é a manchete do texto assinado pelo jornalista Nicolas Bourcier.

Na matéria, Le Monde lembra que a mobilização em prol da democracia brasileira teve início em 2016, na primeira manifestação contra a destituição da presidente Dilma Rousseff, diante da embaixada do Brasil em Paris.

Entrevistada pelo jornal, a historiadora e professora da Universidade de Versalhes, Anaïs Flechet, lembra que as relações entre a França e o Brasil são antigas, com picos durante os anos 1960 e 1970, quando a França acolheu exilados brasileiros, ou durante os anos Lula, quando as relações entre Paris e Brasília se estreitaram.

Mas, a partir de 2016, diz a especialista em estudos brasileiros, “sentimos que pessoas que eram pouco politizadas tomaram, subitamente, consciência que o país entrava em uma fase perigosa e que era preciso agir”.

O movimento teve sequência com a criação do coletivo Solidariedade França Brasil e com o Movimento Democrático do 18 de Março, o MD18, criado por intelectuais, professores e artistas. Le Monde também lembra a atuação da Arbre – Associação pela Pesquisa sobre o Brasil na Europa – e a Autres Brésils, associação dinâmica e influente, criada em 2003.

A condenação e prisão de Lula, o assassinato da vereadora Marielle Franco, o incêndio do Museu Nacional do Rio e a ascensão de Jair Bolsonaro nas pesquisas de intenção de voto, em 2018, intensificaram os movimentos e os debates na França sobre o futuro da democracia brasileira.

Desde então, ressalta o diário, ciclos de debates são realizados na Casa da América Latina e no Instituto de Altos Estudos da América Latina em Paris. Tribunas foram publicadas pelos jornais Le Monde, Libération e L’Humanité. Um manifesto contra Bolsonaro chegou a ser assinado por personalidades políticas de vários partidos, “com exceção da Reunião Nacional”, legenda da extrema direita, ressalta a matéria.

Depois da eleição de Bolsonaro, uma plataforma de troca de ideias e informações também foi lançada na França, a Rede Europeia pela Democracia (Red) do Brasil, ligada ao site americano US Network for Democracy in Brazil, criado em Nova York pelo especialista em ditadura militar brasileira, James Greene. Em, paralelo, uma iniciativa da Red, ONGs e associações foi aprovada pela prefeitura de Paris para criar um jardim público, no 10° distrito da capital que levará o nome de Marielle Franco.

Leitura de cartas para Lula

Le Monde também fala da grande expectativa para o próximo 25 de junho, quando juízes do Supremo devem analisar um novo recurso da defesa de Lula, que pede sua libertação. No mesmo dia, cerca de 50 artistas e intelectuais brasileiros e franceses lerão, no Teatro Monfort, em Paris, cartas escritas ao ex-presidente desde sua prisão. Com presença do cantor Chico Buarque, “a noite promete e o evento já está lotado”, conclui Le Monde.

// RFI BR

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Em contexto de tensão na Síria, diplomacia boicota jogo entre França e Turquia

A polícia reforçou suas equipes nos arredores do estádio. Já os responsáveis pela segurança dentro do Stade France passarão dos 1.200 habituais para 1.400 homens. Há temores de que torcedores turcos e militantes pró-curdos se enfrentem …

Enterros verdes: Paris inova e inaugura seu primeiro cemitério sustentável

O cemitério de Ivry-sur-Seine, no subúrbio de Paris, reservou uma área de 1.560 metros quadrados para enterros sustentáveis. A nova ala deverá ajudar a diminuir o impacto gerado pelos enterros tradicionais. A contaminação do solo e …

Microsoft quer levar internet a mais de 40 milhões de pessoas em 2022

A inicativa Airband, desenvolvida pela Microsoft, está sendo expandida com a meta de conectar mais de 40 milhões de pessoas à internet até julho de 2022. Lançado em 2017, o programa visa o aprimoramento da internet …

Abandonados, curdos encontram em inimigo dos EUA um aliado

Regime sírio, um aliado russo, desloca tropas para a fronteira em apoio a milícias curdas, que estão sendo atacadas pela Turquia desde que perderam apoio de Trump. Nova aliança representa reviravolta no conflito. As Forças Armadas …

Experimento quântico indica que viagem no tempo é possível

Utilizando um computador quântico cientistas conseguiram fazer com que a máquina voltasse em uma fração de segundo ao passado mostrando que a viagem no tempo é possível. Viajar ao passado é um dos maiores sonhos da …

Dobram os focos de queimadas em terras indígenas da Amazônia

Números são os maiores desde 2011. Parque do Xingu registrou o total mais alto de sua história. Segundo Ipam, aumento se deve à ação de invasores em combinação com período de secas intensas. Dados do Instituto …

Obesidade cresce de forma acelerada no Brasil e se aproxima da taxa dos países ricos, indica OCDE

A quantidade de pessoas obesas no Brasil cresceu de forma mais acelerada que a média dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Agora, o Brasil se aproxima da taxa do problema …

É detectado quando asteroide recém-descoberto poderia impactar Terra

A Agência Espacial Europeia (ESA) acrescentou um novo asteroide à sua lista de perigos porque esse corpo celeste pode colidir com a Terra dentro de 65 anos. O asteroide se chama 2019 SU3, tem um diâmetro …

Queniano completa maratona em menos de duas horas

O queniano Eliud Kipchoge fez história no atletismo neste sábado (12/10) ao se tornar a primeira pessoa a correr uma maratona em menos de duas horas. O atleta de 34 anos terminou a prova clássica …

Chineses detectam novos sinais de rádio vindos do espaço

Novas dezenas de rajadas rápidas de rádio foram detectadas pelo maior radiotelescópio esférico do mundo localizado em Guizhou, China, disse especialista à Sputnik Internacional. O achado foi feito por astrofísicos chineses que estão estudando minuciosamente as …