Teorias conspiratórias sobre destino de Hitler são falsas

Um professor norte-americano que chegou à Rússia nos anos 2000 para estudar os materiais relacionados com a morte de Hitler conseguiu provar seu suicídio com a ajuda de uma radiografia até então desconhecida do maxilar do líder nazista, que tinha estado arquivada nos serviços secretos dos EUA.

Hitler cometeu suicídio em 30 de abril de 1945 em Berlim, cercada pelas tropas soviéticas. De acordo com o cientista sênior do Instituto de História Russa da Academia de Ciências Vasily Khristoforov, a questão das circunstâncias da morte do líder do Terceiro Reich continua sendo polêmica até hoje.

“Um grande grupo de investigadores continua afirmando que Hitler conseguiu fugir e que ele até poderia ter vivido até os finais da década de 70 na América Latina, e teria tido filhos lá. Mas não há nenhuma prova sólida disso. Em vez disso, se apresentam evidências de pessoas que já morreram e não dá para provar se estas pessoas alguma vez existiram”, frisou o cientista.

“Ao mesmo tempo, o Arquivo Central do FSB, Serviço Federal de Segurança da Rússia, acumula provas reais anexadas ao processo de investigação sobre o suicídio de Hitler. E foi provado de modo consistente que Hitler se suicidou. Como evidência, tem os fragmentos do maxilar de Hitler. Por isso todas as outras versões sobre o destino de Hitler se desmoronam”, adiantou Khristoforov.

O entrevistado falou à agência Sputnik que houve um caso relacionado com esta evidência. “Nos anos 2000, um investigador e professor americano visitou o Arquivo Central do FSB  com o fim de trabalhar nos materiais ligados à morte de Hitler. Ele, particularmente, pediu para que lhe mostrassem os fragmentos do maxilar. Eles foram exibidos”, disse.

“De repente, para surpresa dos funcionários do arquivo, ele tirou da pasta uma radiografia do maxilar feito durante a vida de Hitler. Esta imagem estava à disposição dos serviços secretos norte-americanos desde o fim da guerra, mas ninguém nunca falou dela, ela nunca tinha aparecido em lugar nenhum”, resumiu o cientista russo.

De acordo com ele, o especialista norte-americano estudou escrupulosamente a radiografia e os fragmentos do maxilar e disse que tudo coincidia. “Caso os resultados não tivessem coincidido, acho que certamente teria havido um escândalo. Mas não, ele foi embora e não houve nenhuma informação até sobre a visita dele”, revelou.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

COVID-19 deve ter pico no Brasil em abril e maio, dizem Mandetta e especialistas

A previsão de disseminação do novo coronavírus (SARS-CoV-2) no país não é nada animadora para os próximos meses. Isso porque ainda estamos em uma fase intermediária da infecção, que deve ter seus momentos de pico em …

Esse novo tratamento alivia a depressão em 90% dos pacientes

De acordo com uma nova pesquisa americana, um tratamento com estimulação magnética transcraniana pode ser muito eficaz para pessoas com depressão severa: em um experimento, foi capaz de aliviar os sintomas em 90% dos pacientes. Normalmente, …

Israel: ministro que definiu Covid-19 como ‘castigo divino a gays’ está com coronavírus

Aos 71 anos, Yaakov Litzman, ministro da Saúde de Israel e também líder do partido ultra-ortodoxo “Judaísmo Unido da Torá”, testou positivo para Covid-19. O diagnóstico foi divulgado nesta terça-feira (7) pela imprensa local e chamou …

Saúde de Boris Johnson preocupa britânicos, mas governo garante que premiê passa bem

O Reino Unido acompanha com preocupação a degradação do estado de saúde do primeiro-ministro Boris Johnson, que anunciou publicamente ter sido contaminado pelo novo coronavírus há dez dias. Depois de ser hospitalizado no domingo (5), …

Cortes na ciência comprometem resposta à covid-19 no Brasil

A fila de 16 mil testes para covid-19 no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, expõe a vulnerabilidade de um país que escolheu não investir em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) nos últimos anos. A …

Organismo marinho de 47 metros de comprimento descoberto na Austrália

Pesquisadores conseguiram captar imagens de vídeo fascinantes de um organismo "de outro mundo" nas águas ao largo da costa ocidental da Austrália. Segundo comunica a Newsweek, uma equipe a bordo do RV Falkor, o principal navio …

Detectadas pela 1º vez estrelas binárias capazes de produzir ondas gravitacionais

Astrônomos do Centro de Astrofísica de Harvard & Smithsonian detectaram pela primeira vez anãs brancas compostas por duas estrelas binárias. As anãs brancas compostas por duas estrelas binárias possuem um núcleo orbital capaz de gerar uma …

Epidemia do coronavírus ainda não chegou ao pico e se agrava na França, diz ministro

O pico da epidemia do novo coronavírus ainda não foi atingido na França, disse nesta terça-feira (7) o ministro da Saúde, Olivier Véran. Devido ao número significativo de pacientes que ainda são hospitalizados diariamente …

Superlua Rosa: satélite atinge proximidade máxima com a Terra

Na próxima terça-feira (7), os entusiastas da astronomia vão poder testemunhar um conhecido e belo fenômeno dos céus que acontece anualmente. A Superlua Rosa é o momento em que o satélite atinge proximidade máxima com a …

Empresas brasileiras lançam manifesto contra demissões

Dezenas de empresas assinam texto pedindo que companhias se comprometam a não demitir nos próximos dois meses, mesmo diante dos impactos econômicos provocados pelas medidas de isolamento para conter o coronavírus. Um grupo de 41 empresas …