Uber começa a perder motoristas no Brasil

Rovena Rosa / ABr

Manifestação dos taxistas contra o aplicativo Uber, em frente à Câmara Municipal de São Paulo

Manifestação dos taxistas contra o aplicativo Uber, em frente à Câmara Municipal de São Paulo

Além de enfrentar nove processos trabalhistas na Justiça, o Uber começa a lidar com uma queda no número de motoristas cadastrados no aplicativo. E a maioria deles decidiu sair por vontade própria ao afirmar que a empresa não tem muitos benefícios para tantas horas trabalhadas.

De acordo com uma reportagem do Estadão, os condutores se dizem decepcionados diante do baixo retorno financeiro, e acusam a companhia de fazer pressão psicológica. Um desses motoristas é Amauri Antônio Pereira, de 52 anos, que trabalhou usando o app por um ano, antes de desistir. Segundo ele, que voltou a trabalhar com serviço de carretas, a plataforma é “pura ilusão” e “engana o trabalhador”. “Promete que você vai ganhar R$ 7 mil, então você se mata, trabalha 12 horas por dia e não ganha [mais do que] R$ 3 mil”, disse.

Marcelo Eduardo de Sousa, de 41 anos, aguentou apenas duas semanas. Ele afirmou que seu propósito era tirar R$ 250 por dia, mas que não passou da metade desse valor. “Ficar dependendo do Uber traz sérios danos para a sua vida financeira e pessoal. Não volto nunca mais”, disse. Já o motoboy Fabiano Andrade, de 42, declarou que, nos cinco meses em que esteve trabalhando, o aplicativo só gerou desgaste físico e dívidas. Andrade classificou a situação como “desumana”.

Moacir de Oliveira, de 37, passou um ano e meio no Uber, e destaca que a empresa não oferece nenhum apoio ou retorno financeiro. “Pressão psicológica existe a todo momento, a gente recebe mensagem e e-mail se desligar o aplicativo. A empresa pode bloquear o motorista. É quase um regime de escravidão, o valor que fica é irrisório“, explicou.

O Uber se defende ao dizer que são os motoristas que contratam o app, e não o inverso, já que os condutores têm independência para montar seus horários e prestar seus serviços quanto, quando e como quiserem. Contudo, isso parece não ser suficiente para atender as principais solicitações de quem trabalha usando a ferramenta, mesmo que a taxa cobrada pelo Uber seja entre 10% e 30%, dependendo da modalidade que o motorista escolheu para atuar.

“O Uber não está preocupado com a rentabilidade dos parceiros. A empresa só tem olhos para a própria rentabilidade. Por isso, existe rotatividade grande, com muitos motoristas saindo”, disse Flamínio Fichmann, consultor especializado em Transportes. Na opinião do especialista, os interesses do Uber seriam de “lucratividade máxima” e não incluiriam preocupações com “componentes sociais”.

Ainda em sua defesa, o Uber alega que “os motoristas parceiros usam a plataforma para benefícios individualizados, de forma independente e autônoma”, com base em seu interesse e disponibilidade. A companhia ressalta que não existem taxas extras, nem compromissos, e que os condutores podem ficar meses sem se logar no app – se assim quiserem.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Entre 10% e 30% é o cacete! Já vi chegar a 50%. Principalmente neste novo regime onde recebemos fixo por km rodado + tempo. Se você pegar um atalho, quem se dá bem é a uber porque irá te pagar menos já que você percorreu menos km que o previsto…

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Asteroide Psyche poderia ser núcleo de planeta que não se formou, dizem cientistas

Cientistas examinaram um asteroide que deve ser visitado por uma missão da NASA em 2022, encontrando provas que suas propriedades atraíram sucessão de outros asteroides. Após realizar diversas simulações em 2D e 3D usando um supercomputador, …

Essa “formiga-diabo” pré-histórica ataca sua presa há 99 milhões de anos

Uma linhagem extinta há tempos, nomeada afetuosamente de “formiga do inferno” ou “formiga-diabo”, foi encontrada presa em âmbar há 99 milhões de anos atrás, com sua mandíbula em formato de foice agarrada firme na presa. No …

Mataram um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros depois de 50 anos de perseguição

Notícia triste para quem luta pela preservação do meio ambiente. Conhecido como Demônio, um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros, que segundo moradores aterrorizava vilarejos na ilhas Bangka Belitung (Indonésia), foi morto na semana …

China diz que encontrou traços de coronavírus em frango brasileiro

Carga de asas de frango que chegou a Shenzhen, no sul do país asiático, foi confiscada. Funcionários da alfândega que entraram em contato com alimentos foram testados, mas exames deram negativo. Traços do novo coronavírus foram …

Vacinação em SP começa em janeiro, segundo diretor do Butantan

Com a pandemia, inúmeras empresas estão dedicadas ao desenvolvimento de uma vacina que possa ajudar na luta contra a COVID-19. Nesta quarta-feira (12), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, afirmou que o estado …

Descoberto "Stonehenge de madeira" de 4.500 anos em Portugal

A estrutura de madeira achada é a "única na pré-história da Península Ibérica", explicou o arqueólogo que lidera as escavações. Durante uma escavação no sítio arqueológico de Perdigões, arqueólogos descobriram uma estrutura para fins cerimoniais de …

Coronavírus reaparece na "protegida" Nova Zelândia e gera alerta

A detecção de quatro casos de transmissão local do novo coronavírus, depois de mais de 100 dias sem o vírus, levou as autoridades da Nova Zelândia a restaurar a quarentena em Auckland, cidade mais populosa …

Viagem aos anos 90: Airbnb abrirá reservas para pernoites na última Blockbuster

Quem viveu o boom das locadoras nos anos 90 sabe que ir até uma Blockbuster ou redes semelhantes de VHS e DVDs era um verdadeiro programa de final de semana: a experiência de assistir a …

Joe Biden escolhe Kamala Harris como candidata a vice

Senadora eleita pela Califórnia pode se tornar a primeira mulher vice-presidente dos Estados Unidos, caso chapa democrata derrote Donald Trump em eleição de novembro. O candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira …

Bilionários do Vale do Silício apostam em bunkers para vencer fim do mundo

Esqueça a vida no espaço: bilionários do Vale do Silício estão se preparando para o apocalipse comprando bunkers. A parte mais abastada da população mundial tem se mostrado interessada em adquirir “buracos na terra” equipados para …