União Europeia concorda em adiar o Brexit até 31 de janeiro

UE aceita pedido do Reino Unido para estender mais uma vez o prazo para que o país deixe o bloco europeu. Contudo, divórcio pode ocorrer antes dessa data se o Parlamento britânico aprovar acordo de saída.

A União Europeia (UE) concordou em conceder ao Reino Unido um novo adiamento do Brexit até 31 de janeiro, segundo comunicou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, nesta segunda-feira (28/10). Contudo, o acordo oferece a Londres a possibilidade de abandonar o bloco comunitário antes dessa data, caso o Parlamento britânico ratifique o acordo de saída.

“A União Europeia concordou que irá aceitar o pedido do Reino Unido para uma extensão flexível do Brexit até 31 de janeiro de 2020. Espera-se que a decisão seja formalizada através de um procedimento escrito”, escreveu Tusk em sua conta oficial no Twitter.

A extensão flexível do período do Artigo 50º do Tratado de Lisboa permite ao Reino Unido sair mais cedo do bloco caso o Parlamento britânico aprove o acordo firmado pelo primeiro-ministro, Boris Johnson, e por Bruxelas, já ratificado pelos chefes de Estado e de governo dos demais 27 países-membros da UE.

A decisão foi tomada durante uma reunião entre representantes das 27 nações. Tusk declarou que a extensão é “flexível” porque o Reino Unido poderá sair do bloco no primeiro dia do mês posterior à aprovação do acordo pelo Parlamento britânico. Para que o Brexit passe a valer, o Parlamento Europeu também deve ratificar o acordo.

Sendo assim, se a Câmara dos Comuns – a câmara baixa do Parlamento britânico – e o Parlamento Europeu aprovarem o pacto durante novembro e o Reino Unido estiver pronto para deixar bloco, o Brexit acontecerá na noite de 30 de novembro para 1º de dezembro.

Se a ratificação parlamentar em Londres for concluída em dezembro, a saída ocorrerá na noite de 31 de dezembro. Caso o aval só seja concedido em janeiro, o Brexit será aplicado no dia 31 do mesmo mês, a data limite do novo adiamento. Essa mesma fórmula foi adotada quando os países da UE concederam a extensão anterior, em abril.

Inicialmente previsto para 29 de março, o Brexit já tinha sido adiado para 12 de abril e, posteriormente, para esta quinta-feira, 31 de outubro. Em meados deste mês, o Reino Unido solicitou uma terceira extensão do Artigo 50º do Tratado de Lisboa devido à incapacidade dos legisladores britânicos de encontrarem um acordo para a saída definitiva do bloco comunitário europeu.

Na terça-feira, o Parlamento britânico aprovou a legislação que regula o acordo para o Brexit negociado por Johnson, mas rejeitou o cronograma proposto pelo governo, que pretendia contar com a aprovação do documento de 110 páginas em três dias.

Logo em seguida, o primeiro-ministro anunciou que o governo iria suspender o processo legislativo para o Brexit e acelerar os preparativos para uma saída sem acordo.

A proposta de lei dá efeito legal ao acordo de saída negociado por Johnson com Bruxelas e define questões como o período de transição até o final de 2020 para permitir que as empresas possam se adaptar às novas condições e também para as duas partes negociarem um novo acordo de livre-comércio.

Johnson, que chegou a dizer que preferiria estar “morto numa vala” do que pedir uma prorrogação do Brexit, agora tentará concretizar a saída britânica por meio de uma eleição antecipada em 12 de dezembro.

O premiê espera que um novo Parlamento apoie o acordo de saída negociado por ele com Bruxelas.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

China revela análise de substância estranha encontrada na Lua em 2019

Em julho de 2019, a equipe da missão chinesa Chang'e 4 encontrou uma substância estranha na Lua. A descoberta foi anunciada em agosto do mesmo ano, chamando a atenção da comunidade científica, mas nada foi …

Cientistas alertam OMS para transmissão aérea do coronavírus além de dois metros

A transmissão aérea do novo coronavírus interpela os especialistas desde o início da pandemia. Nessa segunda-feira, um grupo de 239 cientistas alertou as autoridades de saúde do mundo inteiro, e em particular a OMS, …

Governo tem que tirar garimpeiros de terras yanomami em 15 dias para começar a enfrentar covid-19 em áreas indígenas

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região determinou que o Governo Federal deveria retirar os garimpeiros das terras yanomami de Roraima como medida para conter o avanço do novo coronavírus nos territórios indígenas. A decisão liminar …

Encontrada a origem da vida no universo

Uma estrela morre por segundo no universo. Mas esses objetos estelares não somem totalmente, algo sempre fica para trás. Certas estrelas entram em supernova, que geram um buraco negro ou uma estrela de nêutrons, enquanto a …

Bolsonaro afirma que está com covid-19

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (07/07) que seu exame para detectar a covid-19 teve resultado positivo. Bolsonaro, de 65 anos, se submeteu ao exame na segunda-feira, após dizer que estava sentindo sintomas leves da …

Caso de peste bubônica é confirmado na China

Enquanto o mundo vem buscando tratamentos para a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), antigas doenças e ameças podem ressurgir, como um sinal de alerta para a sociedade. É esse o caso relatado pelas autoridades da saúde …

Petição que substituir estátua de Cristóvão Colombo por uma do músico Prince

O histórico processo de revisão das estátuas, nomes de rua e outras homenagens a personagens ligados ao racismo ou outros massacres étnicos prevê a retirada de tais homenagens, mas não somente: figuras efetivamente merecedoras dos …

EUA podem proibir aplicativos chineses, incluindo TikTok, diz secretário de Estado

Mike Pompeo já acolheu uma medida semelhante da Índia, que emitiu uma ordem provisória bloqueando o TikTok e outros 58 aplicativos ligados à China em meio ao primeiro choque fronteiriço mortal em décadas. O secretário de …

Brasil tem mais de 65 mil mortes por covid-19

O Brasil superou a marca de 65 mil mortos por covid-19 nesta segunda-feira (06/07), segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde. Foram 620 óbitos registrados nas últimas …

Homem cria uma "cadeira de rodas" off-road para que sua esposa possa ir a lugares que ela nunca imaginou

Quem precisa de uma cadeira de rodas para se locomover sabe que não é nada fácil percorrer certos terrenos. Viagens a lugares nevados, trilhas tropicais, montanhas… Tudo isso parece impossível. Mas não deveria ser. Aliás, …