Um meteorito explodiu em Júpiter, e um astrofotógrafo capturou o fenômeno em vídeo

O astrofotógrafo Ethan Chappel, do Texas (EUA), captou uma visão incrivelmente rara com sua câmera: o flash do que parece ser um impacto na atmosfera superior de Júpiter.

“Depois de ver o vídeo e me ter apercebido do flash, a minha mente começou a andar às voltas. Senti urgentemente a necessidade de partilhar isto com as pessoas que achassem os resultados úteis”, explica Ethan Chappel ao Science Alert.

O evento ocorreu no último dia 7 de agosto. Chappel escreveu na rede social Twitter: “Fiz uma imagem de Júpiter hoje à noite. Parece muito com um flash de impacto no cinturão equatorial do sul”.

Você deve ter reparado no estranho brilho que surge e desaparece no canto inferior esquerdo da imagem. Ele não lembra nenhum fenômeno natural que ocorre no planeta, como relâmpagos e auroras. É por isso que Chappel compartilhou o vídeo – deve se tratar de um impacto de meteorito, e muitos cientistas poderiam achar a filmagem útil.

“Conseguir um vídeo como esse, uau, nunca vi nada parecido antes. Totalmente de tirar o fôlego”, comentou o astrônomo Jonti Horner, da Universidade de Southern Queensland (Austrália), com o ScienceAlert.

Impactos de bólides não são raros em Júpiter (um bólide é um meteorito na forma de um globo inflamado e brilhante que atravessa velozmente a atmosfera de um planeta, explodindo no ar e produzindo um flash).

Eles já são bastante comuns na Terra, e nós somos um alvo muito menor e gravitacionalmente menos intenso que Júpiter. Isso sem contar o fato de que o gigante de gás é cercado por objetos como cometas e asteroides que podem ser “pegos” pela sua gravidade.

Para se ter uma noção do que estamos falando, um estudo de 1998 descobriu que a taxa de impactos em Júpiter é provavelmente cerca de 2.000 a 8.000 vezes maior do que a taxa de impactos na Terra.

Apesar de termos muitas “oportunidades”, tais eventos dificilmente são registrados em câmera. Telescópios já conseguiram captar sinais de tais impactos, como o do cometa Shoemaker-Levy 9 em 1994, mas ver um deles acontecendo é algo inexplicavelmente precioso.

É um evento muito fugaz, são alguns segundos”, disse Horner ao ScienceAlert.

Para os cientistas, é muito interessante ter um vídeo como este, que mostra o flash brilhando intensamente e desaparecendo. Isso significa que eles poderão comparar a filmagem com outros eventos raros também capturados em câmera, como o meteoro de Chelyabinsk de 2013, estudando a duração e outras características do impacto.

Não é possível dizer qual o tamanho do meteorito que atingiu Júpiter, mas, para o fenômeno ter sido visível da Terra, não deve ter sido muito pequeno.

Por conta disso, pode ser que o impacto tenha deixado alguma marca que pode ser estudada por sondas que estão atualmente orbitando Júpiter, como a Juno da NASA. Por enquanto, os cientistas não pensam que tal marca exista, mas talvez Juno tenha sorte.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Inacreditável: homem de 101 sobrevive à gripe de 1918, guerra mundial e coronavírus

É quase inacreditável, mas aconteceu: um italiano de 101 anos sobreviveu a não uma, mas duas pandemias globais: a gripe espanhola de 1918 e o surto de COVID-19. Conhecido apenas como “Senhor P”, o homem foi …

IA usa imagens de satélites para localizar bombas não detonadas da Guerra do Vietnã

Muitas bombas lançadas durante a Guerra do Vietnã nunca explodiram e representam um sério perigo para a população local. Cientistas desenvolveram uma nova ferramenta alimentada por IA que facilitaria a detecção e desmantelamento desses explosivos. Um …

Crianças exibem pinturas de arco-íris nas janelas para alegrar colegas no Reino Unido

O Reino Unido deixou o negacionismo de lado para encarar a quarentena devido ao Coronavírus com seriedade desde esta segunda-feira, 23. Com as escolas fechadas, crianças desenham arco-íris e os exibem nas janelas para alegrar …

Covid-19: Austrália testa vacina contra tuberculose para imunizar profissionais da saúde

Uma equipe de cientistas australianos anunciou nesta sexta-feira (27) que decidiu testar em larga escala uma vacina usada durante décadas contra a tuberculose, a BCG, para comprovar se é capaz de imunizar profissionais da área …

'Pula no esgoto e nada acontece': Brasil tem mais de 300 mil internações por ano por doenças causadas por falta de saneamento

Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) contrariam a declaração do presidente Jair Bolsonaro de que o brasileiro seria resistente a infecções, já que "pula no esgoto e nada acontece". Em 2016, houve 166,8 …

Camada de ozônio está se recuperando e mudança de fluxos de vento

A recuperação da camada de ozônio acima da Antártica continua lenta e constante. Um sintoma claro desta recuperação é a mudança na circulação atmosférica registrada por pesquisadores da Universidade de Colorado Boulder e publicada na …

Esta geleira da Antártica inquieta pesquisadores

Com seu recuo de 5 km em somente 22 anos, a geleira de Denman, na parte leste da Antártica, inquieta os pesquisadores, que consideram os graves riscos associados ao seu potencial desaparecimento completo. A ravina Denman, …

Jornalista da Globo chora ao pedir que idosos fiquem em casa por coronavírus

Em tempos de pandemia da Covid-19 pelo mundo – e afetando o Brasil, é claro – mesmo o jornalista mais profissional e experiente pode acabar se rendendo as emoções, como aconteceu com Jessica Senra, apresentadora …

Mãe conta como adolescente francesa de 16 anos morreu de quadro fulminante da Covid-19

A angústia dos franceses aumenta com a morte de uma adolescente de 16 anos, Julie, vítima do novo coronavírus. Ela morreu na terça-feira (24) no Hospital Necker de Paris, especializado em doenças infantis, 24 horas …

Ex-ministros da Saúde repudiam postura de Bolsonaro em pandemia

Ex-ministros da Saúde dos governos petistas criticaram nesta quinta-feira (26/03) o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro diante da pandemia do novo coronavírus. Em carta, eles defenderam as restrições impostas por governos estaduais e ressaltaram a …