As quatro balas que mataram Marielle Franco foram compradas pela Polícia Federal

midianinja / Flickr

A vereadora Marielle Franco

As balas que mataram a vereadora e ativista dos direitos humanos do Rio de Janeiro, na quarta-feira (14), foram compradas pela Polícia Federal (PF), informou a TV Globo na sexta-feira (16).

Segundo uma reportagem exibida pelo RJTV, a perícia identificou a origem das munições com base nas cápsulas encontradas na cena do crime, que pertencem a um lote comprado, em dezembro de 2006, de uma empresa privada pela Polícia Federal de Brasília.

A reportagem frisou que a perícia não viu sinais de modificação nas munições e que irá iniciar um trabalho de rastreamento do lote. A Polícia Federal de Brasília e a Polícia Civil do Rio de Janeiro já emitiram um comunicado conjunto no qual afirmam que vão investigar a origem das munições.

Carro encontrado em MG

A Polícia Civil de Minas Gerais informou ter localizado na cidade de Ubá, região da Zona da Mata, um carro suspeito de ter sido usado nos assassinatos de Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

O veículo tem características semelhantes – como cor e modelo – ao que foi usado no crime. Policiais do Rio de Janeiro foram informados da apreensão e uma equipe foi deslocada para o município mineiro neste domingo (18).

De acordo com a polícia de Minas, o veículo ainda será periciado e não é possível confirmar se realmente foi usado no crime.

Assassinato

Marielle Franco foi assassinada com quatro tiros de pistola, de calibre 9 milímetros, na cabeça, quando o carro em que seguia foi alvejado. O motorista, Anderson Gomes, também faleceu e a assessora que seguia no veículo, Fernanda Chaves, sofreu apenas ferimentos leves provocados pelos estilhaços.

As autoridades policiais ainda investigam o crime, mas já declararam que há sinais de que possa ter sido uma execução porque as vítimas foram seguidas e alvejadas sem que nenhum pertence delas tenha sido roubado.

O assassinato da vereadora do partido de esquerda Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) gerou grande comoção no Brasil e também no exterior. No Rio de Janeiro, centenas de pessoas acompanharam o velório e enterro de Marielle na quinta-feira (15).

A cidade também foi palco de grandes manifestações que reuniram milhares de pessoas. Houve também protestos em São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Salvador e em outras capitais do país.

O caso também gerou comentários de repudio de membros do governo brasileiro, com o presidente Michel Temer dizendo que se tratou de um “ato de extrema covardia” e um verdadeiro atentado ao Estado de Direito e à Democracia brasileira.

A ONU e organizações ligadas à defesa dos direitos humanos, como a Amnistia Internacional e a Human Rights Watch, também condenaram o assassinato.

Marielle Franco, reconhecida defensora dos direitos humanos, especialmente das mulheres negras, foi a quinta vereadora mais votada no Rio de Janeiro nas eleições municipais de 2016, com mais de 40 mil votos.

Depois de o governo ter decretado uma intervenção na área de segurança pública do Rio de Janeiro, no dia 16 de fevereiro, a vereadora dirigiu várias críticas às abordagens da polícia nas favelas.

Socióloga de 38 anos, batizada de “filha da Maré” por ser originária da favela na zona norte do Rio com o mesmo nome, uma das áreas mais violentas da cidade, era a relatora da comissão da Câmara de Vereadores criada para fiscalizar a intervenção militar.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Brasil tem mais de 65 mil mortes por covid-19

O Brasil superou a marca de 65 mil mortos por covid-19 nesta segunda-feira (06/07), segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde. Foram 620 óbitos registrados nas últimas …

Homem cria uma "cadeira de rodas" off-road para que sua esposa possa ir a lugares que ela nunca imaginou

Quem precisa de uma cadeira de rodas para se locomover sabe que não é nada fácil percorrer certos terrenos. Viagens a lugares nevados, trilhas tropicais, montanhas… Tudo isso parece impossível. Mas não deveria ser. Aliás, …

Samsung pode ser beneficiada por tensão entre China e Índia

Enquanto os exércitos da China e da Índia se estranham na fronteira entre os dois países, quem pode sair ganhando com a rivalidade é uma empresa sul-coreana. A Samsung deve ser a principal beneficiada com o …

Com epidemia de Covid-19 controlada, Cuba inicia retomada do turismo internacional

Enquanto o coronavírus segue se propagando pelo continente americano, Cuba garante que a epidemia está controlada no país e reabre algumas praias ao turismo internacional. No total, país registrou pouco mais de 2.300 contaminações …

Pesquisadores encontram novos dados sobre época de Genghis Khan

Grande parte da vida de Genghis Khan permanece ainda um mistério, mas um novo estudo de pesquisadores da Austrália e Mongólia fornece novos dados sobre sua época. Genghis Khan, que teria vivido entre 1162 e 1227, …

Índia vê casos explodirem e vira um dos epicentros da pandemia

Com quase 700 mil casos de covid-19, a Índia ultrapassou a Rússia e se tornou nesta segunda-feira (07/07) o terceiro país mais atingido pela pandemia de covid-19 em todo o mundo. O Ministério da Saúde indiano …

Filho interrompe ao vivo de repórter para pedir biscoitos

Em mais uma das patacoadas do home-office, a jornalista Deborah Haynes da Sky News acabou sendo interrompida por seu filho, que fez um pedido bastante singelo para a mãe: ele queria alguns biscoitos. O vídeo foi …

Encontrados metais em crateras da Lua que podem dar pistas sobre sua formação

A hipótese mais aceita sobre a formação da Lua diz que ela surgiu após a colisão entre a Terra e um planeta do tamanho de Marte, chamado Theia. O suposto evento é chamado de “hipótese …

Coronavírus empurra Cuba de volta à crise

Apesar de a covid-19 estar sob controle no país, os problemas econômicos têm se agravado, e a já difícil situação de abastecimento se torna mais crítica. Segundo semestre deve ser ainda pior na ilha caribenha. Cuba …

Boicote ao Facebook: como a debandada de grandes anunciantes pode afetar sobrevivência da rede social

Boicotes podem ser extremamente eficazes: é o que o Facebook está descobrindo. No final do século 18, o movimento abolicionista encorajou o povo britânico a ficar longe de bens produzidos pelos escravos. Funcionou. Cerca de 300 …