Cientistas descobrem uma nova partícula subatômica no LHC

azure_radiation / Flickr

Detalhe do LHC, Large Hadron Collider, acelerador de partículas do CERN

Detalhe do LHC, Large Hadron Collider, acelerador de partículas do CERN

O CERN anunciou a primeira observação no Grande Colisor de Hádrons, LHC, o maior acelerador de partículas do mundo, de uma partícula subatômica com dois quarks pesados, um fenômeno da física cuja existência foi teorizada nos anos 1960, mas que, até hoje, não tinha sido confirmado.

A nova partícula subatômica tem uma massa quatro vezes superior ao bárion mais comum, o próton, anunciou nesta quinta-feira a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, CERN, em uma conferência em Veneza, na Itália, segundo um comunicado divulgado em Genebra, na Suíça.

Esta descoberta acontece dentro do experimento LHCb do LHC, que busca entender porque na evolução do universo, quando havia quantidades iguais de matéria e antimatéria, a primeira prevaleceu sobre a segunda.

Quase toda a matéria que nos cerca é formada por bárions, partículas subatômicas compostas por três partículas elementares com carga elétrica fracionada chamadas de quarks, que são os elementos fundamentais de prótons e nêutrons.

Levando em consideração que a teoria científica conhece a existência de seis tipos de quarks (up, down, charm, strange, top e bottom), os investigadores especularam durante anos sobre as combinações potenciais de bárions que podem existir no Universo.

Os bárions observados até hoje apenas continham, no máximo, um quark pesado. No entanto, os físicos observaram agora, sem ambiguidades, um bárion com dois “charm” quarks, que possui uma carga elétrica fracionária com uma massa um pouco mais elevada que um próton, e um “up” quark, que é mais leve.

Com a medição das propriedades da nova partícula subatômica, os cientistas do CERN poderão estabelecer o período de vida da mesma e como se comportam dois quarks pesados e um mais leve, explicou à Agência Efe Samuel Coquereau, pesquisador da Universidade de Barcelona que participa do LHCb.

“Conseguimos encontrá-la após muito tempo de buscas. Agora temos que estudá-la”, acrescentou o especialista.

“Ao contrário dos outros bárions, nos quais três quarks giram um ao redor do outro como se estivessem dançado, esperamos que o bárion com dois quarks pesados se comporte como um sistema planetário, nos quais os quarks pesados desempenham o papel das estrelas que orbitam uma ao redor da outra, com um quark mais leve orbitando ao redor deste sistema”, explicou o especialista do CERN, Guy Wilkinson em um comunicado

A descoberta relança as expectativas de detectar outros representantes da família dos bárions com dois quarks pesados.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …