Contra desperdício alimentar, França debate aumento de prazos de validade dos produtos

16 de outubro é o Dia Contra o Desperdício Alimentar na França. Para lutar contra o problema, a ONG francesa France Nature Environnement realizou uma campanha de informação aos consumidores, enquanto um grupo de ambientalistas faz um apelo a industriais e distribuidores aumentarem as datas de validade dos produtos.

#ChangeTaDate, ou mude a sua data, em português, é o nome da hashtag criada pelos fundadores do aplicativo “Too Good To Go“, que tem o objetivo de aproveitar alimentos que seriam jogados na lixeira. Na internet, o grupo lançou uma petição para exigir que haja um maior esclarecimento aos consumidores sobre as datas de validade.

Para os criadores da iniciativa, industriais e distribuidores deveriam mudar a menção nos produtos perecíveis de “consumir de preferência antes de” para “consumir até”.

Segundo Jean-Charles Catteau, consultor da área da alimentação, “o consumidor é tão condicionado por essas datas” que acaba se deixando enganar e não obedecendo mais o bom senso para avaliar se um produto está estragado ou não.

Medida aplicada desde 1984, os períodos de validade servem para evitar intoxicações alimentares que resultavam em milhares de mortos na Europa nos anos 50 e 60. Atualmente, as datas são definidas em laboratórios com a ajuda de “testes de envelhecimento acelerado” dos produtos.

Para estabelecer esses prazos, a Coca-Cola, por exemplo, se baseia em três critérios: a dimensão sanitária (ausência de bactérias), a qualidade (gosto) e as propriedades (vitaminas e minerais).

A associação France Nature Environnement lembra que um terço da produção alimentar mundial vai parar nas lixeiras. Apenas na França, uma pessoa desperdiça por ano 30 quilos de comida, segundo a Agência do Meio Ambiente e do Gerenciamento da Energia.

Por isso, a ONG francesa dá dicas de como lutar contra o problema, como, por exemplo, prever o menu das refeições antes de realizar compras. Ou conferir o que resta dentro dos armários e geladeira para não correr o risco de comprar os mesmos produtos estocados. Não cair na tentação de promoções que oferecem muitos itens por menos também é uma forma de evitar o desperdício de comida.

Outro risco de ceder ao desperdício é ir ao supermercado com fome. “Pode parecer estranho, mas isso acontece com todos nós. Quando temos fome, a tendência é que compremos bem mais do que precisamos“, diz à rádio France Info Eléonore Kubik, da France Nature Environnement.

As autoridades francesas têm consciência do problema. Em 2013, o governo lançou o pacto nacional de luta contra o desperdício alimentar, antes de promulgar uma lei sobre a questão três anos mais tarde.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …