Ataques sônicos a diplomatas dos EUA “são totalmente falsos”

US Department of State

Em resposta aos supostos ataques, os EUA retiraram a maior parte de seu pessoal em Havana

O chanceler de Cuba, Bruno Rodríguez, classificou neste sábado de “totalmente falsos” os supostos ataques sônicos que afetaram pelo menos 24 diplomatas dos Estados Unidos em Cuba, e denunciou uma “manipulação política” do ocorrido, que tem como objetivo “prejudicar as relações bilaterais”.

Em um encontro com cubanos em Washington, Bruno Rodríguez reiterou suas críticas à dura resposta dada pelo governo de Donald Trump para os supostos ataques sofridos pelos diplomatas americanos entre o fim de 2016 e agosto deste ano, que supostamente lhes causaram sintomas adversos, como a perda de audição e problemas cognitivos.

“Vocês, que conhecem bem a realidade cotidiana atual do nosso país e que conhecem a ética vertical da nossa revolução, sabem que os chamados ataques sônicos, que qualquer tipo de ataque que se invoque, qualquer incidente, são totalmente falsos. Estão produzindo uma manipulação política com o objetivo de prejudicar as relações bilaterais“, afirmou o chanceler.

“Com o pretexto dos chamados ataques sônicos, uma deterioração grave se produziu na relação entre os dois governos e entre os dois países. Este é um tema do qual tratarei de maneira pública nos próximos dias”, ressaltou Rodríguez.

Em resposta aos supostos ataques, os EUA retiraram a maior parte de seu pessoal em Havana e aconselharam os americanos a não viajarem para a ilha, além de terem ordenado, como represália, a saída de 15 diplomatas cubanos que trabalhavam na embaixada em Washington, que se juntam a outros dois que foram expulsos em maio.

“É inaceitável, imoral do ponto de vista do governo cubano, que qualquer diferença política entre governos prejudique os povos, e que o governo dos EUA tenha proposto e tenha decidido tomar decisões de natureza política que prejudicam o povo cubano“, afirmou Rodríguez.

O chanceler denunciou que o Departamento de Estado tomou “uma decisão infundada, irrefletida, apressada e inaceitável de expulsar 17 funcionários da embaixada” cubana em Washington.

“Valeria a pena perguntar ao Departamento de Estado qual é a verdadeira razão pela qual ele desmantelou o consulado cubano em Washington, deixando-o em condições totalmente precárias, com apenas um cônsul”, questionou Rodríguez.

O ministro cubano garantiu que “corresponderá ao governo dos Estados Unidos” a “total e única responsabilidade pelas situações que forem geradas neste sentido e pelos danos que o fluxo de viajantes entre ambos os países já está sofrendo e sofrerá“.

O chanceler também lamentou que a alternativa dada pelo Departamento de Estado aos cubanos que desejam viajar para os Estados Unidos, após a suspensão dos serviços consulares em sua embaixada, é viajar para a Colômbia e tramitar os vistos no país sul-americano, um mecanismo “praticamente inviável” para muitos cubanos.

“É bastante danoso que, invocando pretextos politicamente motivados, se prejudique o direito das famílias cubanas de visitar este país, de visitar seus familiares, de promover a reunificação familiar”, reiterou Rodríguez, que falou no 4º Encontro de Cubanos Residentes nos Estados Unidos, realizado em Washington.

Rodríguez se encontra de visita nos Estados Unidos para participar nesta terça-feira da votação anual da Assembleia Geral da ONU sobre o embargo americano a Cuba.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …