EUA: “Trump tenta manter opções em aberto” para eleições presidenciais de 2024

Gage Skidmore / Flickr

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Não demorou muito para Donald Trump se recuperar de sua derrota – que, aliás, ele ainda não reconhece. No domingo (28), o ex-presidente encerrou a Conferência de Ação Política Conservadora em Orlando, na Flórida.

Diante de uma multidão de conservadores, ele criticou Joe Biden e os republicanos que o decepcionaram. Mas, se Trump descartou a ideia de criar um novo partido, a questão de seu retorno em 2024 permanece sem resposta. Para entender melhor o processo, a RFI entrevistou Jeremy Ghez, especialista na vida política norte-americana.

“Donald Trump esteve bem à vontade no retorno à sua vida política”, diz Jeremy Ghez. “Trump é um animal político cuja morte anunciamos diversas vezes, mas esse animal demonstra muita vontade de continuar a exercer um papel na vida política norte-americana”, analisa.

Ghez considera que a perpétua negação de Trump de sua derrota nas eleições presidenciais de 2020 faz parte de sua “imagem de marca”. “Ele sempre explicou à Terra inteira que ele era uma figura que o establishment tentava assassinar politicamente e, na verdade, os resultados ‘roubados’ da eleição são simplesmente a prova disso”, afirma o autor e pesquisador francês.

“Essa marca de fábrica o permite de conversar um certo elã político sobre aproximadamente um terço do eleitorado norte-americano, para quem esse tipo de discurso funciona maravilhosamente”, diz.

Para Ghez, a prudência de Trump se deve ao fato de seus advogados o terem prevenido de não se pronunciar de forma brusca, sobretudo sobre os eventos do 6 de janeiro, quando o Capitólio foi invadido.

Processo criminal?

“Ele corre um risco grande em caso de um processo criminal potencial, mas, além disso tudo, não tenho certeza que Trump tenha vontade de ser novamente presidente. Penso que ele mantém sobretudo ambições midiáticas e de influência na vida política norte-americana, mas não diria que se sente atraído por um novo mandato”, afirma. “Ele tenta manter suas opções em aberto, e é isso que ele fez em sua volta ao palco da política”, disse.

Ghez não acredita que Trump vá optar por criar um novo partido, depois de ter participado ativamente da desagregação do Partido Republicano, conservador, nos Estados Unidos. “Primeiro, isso custaria terrivelmente caro e ele não teria garantias de sucesso”, analisa.

A divisão do Partido Republicano está em curso há quatro anos. A tradição conservadora tentou se apropriar de Donald Trump para ganhar a Casa Branca, mas nunca esteve verdadeiramente alinhada com sua visão populista do mundo”, diz o especialista.

“Hoje em dia alguns se dizem que, finalmente, a receita de Trump não era assim tão ruim, afinal ele teve 74 milhões de votos e foi capaz de abocanhar uma fatia do eleitoral tradicional democrata, indo buscar a população mais vulnerável, sobretudo no norte do país”, analisa.

“Esse debate dominará a cena política norte-americana pelos próximos dois anos e será apaixonado, porque será necessário indicar qual caminho o Partido Republicano finalmente seguirá”, conclui.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ferido em tiroteio, Presidente do Chade morre depois de 30 anos no poder

O Presidente do Chade, Idriss Déby Itno, no poder há 30 anos, morreu nesta terça-feira (20) em decorrência de ferimentos que sofreu no fim de semana, quando comandava uma operação do Exército no combate …

O que acontece com as doses das vacinas AstraZeneca e Janssen que países europeus decidiram não usar?

Enquanto alguns países lutam para obter mais vacinas, outros se perguntam o que fazer com as doses que encomendaram, mas não usarão mais por causa de preocupações com sua segurança. Vários países restringiram o uso das …

Flávio Bolsonaro trabalha com nome favorito para indicação ao STF, diz jornal

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, é o nome preferido de Flávio Bolsonaro para ser o próximo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com a jornalista Bela Megale, do jornal …

Greta Thunberg doa 100 mil euros a consórcio de vacinas

A ativista do clima sueca Greta Thunberg anunciou nesta segunda-feira (19/04) que a fundação que leva seu nome doará 100 mil euros ao consórcio Covax Facility, um programa apoiado pelas Nações Unidas que visa um …

Nasa faz história com primeiro voo de helicóptero direto de Marte

A Agência Espacial dos EUA (NASA) conseguiu executar o primeiro vôo do helicóptero Ingenuity, um pequeno robôzinho voador que vai pairar pela atmosfera de Marte. A máquina conseguiu levantar aos ares do planeta vermelho nessa segunda-feira …

NASA lança telescópio para captar partículas da borda do Sistema Solar

Todo o Sistema Solar está à deriva em um aglomerado de nuvens, uma área limpa por antigas explosões de supernovas. Os astrônomos chamam essa região de Bolha Local. Uma nova missão da agência espacial norte-americana NASA …

Depressão pode ser diagnosticada com um simples exame de sangue

Um exame recém-desenvolvido que monitora biomarcadores sanguíneos ligados a distúrbios de humor poderia levar a novos métodos de diagnosticar e tratar a depressão e o transtorno bipolar, com um simples exame de sangue. Embora a depressão …

EUA aplicaram vacina contra covid-19 em mais da metade dos adultos

Governo americano afirma que quase 130 milhões de pessoas com mais de 18 anos receberam pelo menos uma dose do imunizante contra o coronavírus no país. Mais da metade de toda a população adulta dos Estados …

Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas

O avanço da variante P.1, descoberta em Manaus em janeiro, levou a cidade de São Paulo a mudar sua orientação para todos aqueles que forem infectados por coronavírus. Agora, eles devem procurar uma unidade de …

Nepal vê população de rinocerontes aumentar com queda de turismo por pandemia

O Nepal está vendo um crescimento em sua população de rinocerontes. O país abriga boa parte dos dos rinos com um chifre só e eles estão ameaçados de extinção. O país observou que, durante a pandemia …