Ex-ditador da Tunísia Ben Ali morre aos 83 anos na Arábia Saudita

O ex-presidente da Tunísia Zine Ben Ali, 83 anos, morreu nesta quinta-feira. Ben Ali sofria de câncer e estava hospitalizado há uma semana, informou seu advogado Mounir Ben Salha.

O ex-ditador tunisiano vivia exilado em Jeddah com a família desde 14 de janeiro de 2011, quando foi deposto por uma rebelião popular que depois contagiou o mundo árabe. Dezenas de tunisianos morreram durante a repressão. Ben Ali e sua esposa Leila Trabelsi lideraram um governo autoritário durante 24 anos, deixando a economia da Tunísia destruída.

Em 2018, depois de julgamentos à revelia por “homicídio intencional”, “abuso de poder” e “desfalque”, ele foi condenado à revelia a mais de 100 anos de prisão. A família não informou onde vão ocorrer os funerais, se na Tunísia ou na Arábia Saudita.

A morte de Ben Ali ocorre entre dois turnos de eleições presidenciais conturbadas na Tunísia. Resultados oficiais divulgados na terça-feira (17) apontaram que o segundo turno será disputado pelo candidato conservador Kais Saied e o empresário Nabil Karaoui. Este último está preso, acusado de corrupção.

Logo depois da divulgação dos resultados, os advogados do empresário afirmaram que farão um novo pedido de libertação. Segundo os magistrados, o candidato pode se eleger presidente, já que nenhuma condenação o priva de seus direitos cívicos até o momento.

Karaoui, magnata das comunicações e dono do canal de TV Nessma, é investigado por lavagem de dinheiro e está preso desde 23 de agosto. O empresário foi detido a dez dias do início da contestada campanha, que realizou de dentro da prisão.

Para conquistar o eleitorado, seu canal de TV foi fundamental: uma estratégia extremamente criticada por seus opositores. Mas, diante da possibilidade de que seus rivais exijam o cancelamento da participação de Karaoui no 2° turno, o Isie, órgão independente encarregado de supervisionar as eleições, já deu seu parecer negativo. “Estamos analisando a situação, mas para tirar um candidato da corrida eleitoral é preciso ter uma razão válida e sólida de fraude“, afirmou nesta terça-feira o porta-voz da instituição, Hasna Ben Slimane.

Chamado de “salvador” por admiradores e de “bandido” por opositores, Karoui, de 56 anos, permaneceu preso desde o início de sua campanha. O candidato foi obrigado a repassar a responsabilidade a amigos e principalmente à esposa, Salwa Smaoui, que batalhou intensamente por votos.

Culpado ou não dos crimes dos quais é acusado, o magnata é um dos símbolos da transição política na Tunísia, com um eleitorado extremamente decepcionado com seus representantes e exausto da crise econômica que o país enfrenta desde a Primavera Árabe, em 2011. O desemprego continua a afetar mais de 15% da população, incluindo muitos jovens recém-formados, a inflação engole a renda já baixa, enquanto a precariedade dos serviços públicos alimenta o ressentimento.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Demi Lovato vai comandar programa de TV investigativo sobre OVNIs

A atriz e cantora Demi Lovato está prestes a se aventurar em um desafio de outro mundo. A artista anunciou na última semana a sua participação em uma série limitada para a plataforma de streaming …

CPI da Covid: como 'isolamento vertical' pode virar arma contra Bolsonaro

Uma das linhas de investigação da CPI da Covid apura se o governo federal adotou a estratégia da imunidade de rebanho, ou seja, a obtenção da imunidade coletiva por meio da infecção da população, no …

Astrônomos continuam encontrando inexplicáveis anéis circulares misteriosos no céu

Nos últimos anos, astrônomos avistaram vários objetos de rádio gigantescos e quase perfeitamente circulares no universo distante. Embora ninguém tenha uma explicação para essas entidades misteriosas ainda, uma equipe adicionou recentemente outra ao seu catálogo, …

Conflito tem seu dia mais sangrento em Gaza

Bombardeios israelenses deixam pelo menos 42 palestinos mortos e elevam total de vítimas a 188. Netanyahu diz que ataques continuarão. Sem um cessar-fogo à vista, o atual conflito entre Israel e Hamas teve neste domingo (16/05) …

Apple é acusada de enganar usuários através de aplicativos fraudulentos na App Store

A Apple segue batendo recordes financeiros. No entanto, escândalos um atrás do outro aumentam a preocupação em torno da App Store. Após chamar a atenção internacional com as recentes revelações sobre a existência de cassinos ocultos …

Chile escolhe representantes para elaborar nova Constituição

O domingo foi o último dia de votação no Chile para a escolha dos redatores da nova Constituição do país. Os 155 representantes eleitos terão a tarefa de mudar o texto herdado da ditadura. …

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …