Há quatro boas razões para dormir nu

Para alguns, não é preciso nem pensar duas vezes: não há nada melhor do que dormir do jeito que viemos ao mundo, em contato direto com os lençóis.

Outros preferem usar todas as roupas possíveis, e que permitam uma boa noite de sono ao se aconchegar embaixo dos cobertores. Mas, do ponto de vista da saúde, o que é mais conveniente?

Em linhas gerais, a recomendação é dormir usando as roupas mais leves que puder encontrar, que não sejam justas e permitam a ventilação.

No extremo desta tendência estão aqueles que preferem dormir totalmente sem roupa o que, na opinião de alguns especialistas, contribui para um bom descanso, e que consideram que há quatro boas razões para o fazer.

1. Ajuda a melhorar a qualidade do sono

Quando dormimos é importante manter o corpo fresco, já que a temperatura corporal precisa diminuir para que a pessoa consiga dormir.

“Devemos garantir que esta regulagem da temperatura não fique prejudicada pelo fato de dormir com muita roupa”, disse à BBC Francisco Segarra, especialista em medicina do sono da Sociedade Espanhola do Sono.

Estar sem roupa ou com uma roupa mais leve nos deixa transpirar e ajuda a regular a temperatura corporal. “Isso vai permitir um descanso melhor, já que se o corpo não pode regular corretamente a temperatura, a qualidade do sono fica prejudicada”, acrescentou.

“(O sono) Será menos profundo e mais fragmentado.”

2. Contribui com a prevenção de infecções genitais

Ao permitir a ventilação da área genital durante a noite, o corpo tem a oportunidade de se refrescar e se manter mais seco, reduzindo as condições para incidência de fungos.

A ginecologista Natalia Pérez, professora-adjunta da Faculdade de Medicina da Universidade da República em Montevidéu, no Uruguai, explicou à BBC que o ideal é “acostumar as meninas a dormir sem roupa de baixo”.

Isto não significa necessariamente que elas durmam completamente sem roupa, mas apenas com shorts ou um pijama largo para permitir a ventilação da área.

No caso dos homens, dormir com cuecas largas ou sem roupa de baixo reduz a possibilidade de sofrer com tinea cruris, uma infecção superficial da pele que afeta a região inguinal, que inclui os genitais, a região púbica e a região perianal.

3. Melhora o estado da pele

Segundo Sarah Brewer, médica e nutricionista britânica, o calor excessivo durante a noite pode levar à piora de várias condições dermatológicas. E isto também interfere com o sono, pois estes problemas provocam incômodo e coceira.

4. Ajuda a reduzir a pressão arterial

Para aqueles que dividem a cama com um parceiro ou parceira, dormir sem roupas contribui para gerar um aumento nos níveis de ocitocina, o chamado hormônio do amor, que tem vários benefícios para a saúde.

Este hormônio é produzido particularmente “pelo contato de pele com pele”, segundo Kerstin Uvnas Moberg, fisiologista sueca e especialista em ocitocina. A produção do hormônio, além de reforçar o sistema imunológico, ajuda a reduzir a pressão arterial.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Satélites podem facilmente ser manipulados por hackers, alerta pesquisador

Talvez você já esteja por dentro da confusão toda em relação aos problemas que os satélites Starlink, da SpaceX, estão causando na comunidade astronômica. Os relativamente poucos satélites lançados (cerca de 240, como parte de um …

Na Índia, campanha faz semáforo voltar ao vermelho se os motoristas buzinarem demais

Se a Índia é um país famoso por sua religiosidade, sua culinária, suas belezas naturais e, sendo o segundo país mais populoso, por ser a maior democracia por eleitorado do mundo, ela também carrega a …

Secularismo e tolerância a minorias predizem a prosperidade de um país

Pesquisadores da Universidade de Bristol e Universidade do Tennesse analisaram dados de quase 500 mil pessoas de 109 países e concluíram que mudanças na cultura geralmente vêm antes da melhora na riqueza, educação e democracia. Os …

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …

Pesquisador diz ter descoberto droga capaz de apagar memória ruim de separação amorosa

Um pesquisador de Montreal, no Canadá, diz ter encontrado uma maneira de acabar com o sofrimento causado por uma separação traumática — ele "edita" as memórias dolorosas usando um betabloqueador e sessões de terapia. Alain Brunet …

Documento revela que Facebook poderia ter virado uma "Wikipédia da vida privada"

Steven Levy, conhecido editor da Wired, conseguiu colocar as mãos em algo que ele talvez nunca imaginou encontrar: um diário de Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, datado de 2006 e que mostra algumas …

Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa

Na próxima semana, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai destruir um satélite, lançando-o em direção à atmosfera da Terra, só para vê-lo queimar durante a reentrada. Sim, tudo de propósito. Trata-se de um experimento muito …

Pé Grande vagueia pelo Reino Unido enquanto centenas de relatos são registrados

Apesar de a lenda do Pé Grande ser tipicamente americana, centenas de pessoas relataram ter visto a enigmática criatura em diversas localidades do Reino Unido. Se por um lado o Reino Unido é um país relativamente …

Um terço de todas as espécies de animais e plantas pode desaparecer em 50 anos

Um novo estudo da Universidade do Arizona (EUA) estimou que um terço de todas as espécies de plantas e animais do planeta pode ser extinta em até 50 anos devido aos efeitos da mudança climática. Para …

Huawei ataca governo dos EUA e lembra caso Snowden

Em comunicado publicado nesta quinta-feira (13), a Huawei voltou a se defender dos ataques feitos pelos Estados Unidos nesta semana, afirmando que, se tem alguém envolvido com espionagem internacional, esse alguém é justamente o governo …