Menina que tuitava sobre guerra deixa Alepo com 350 pessoas

@tarakjiahmad / Twitter

Bana Alabed, a menina que relata a guerra pelo Twitter, já saiu de Aleppo

Bana Alabed, a menina que relata a guerra pelo Twitter, já saiu de Aleppo

A pequena Bana Alabed, de 7  anos, que tuitava denunciando os horrores nas zonas de guerra da Síria, conseguiu deixar a área de conflito da cidade de Alepo, junto com outras 350 pessoas.

A informação foi confirmada pela ONG islâmica turca IHH, que publicou uma foto da garota acompanhada de um de seus funcionários. “Ela foi retirada de Aleppo nesta manhã com sua família”, dizia a postagem.

Bana Alabed aprendeu inglês e a usar o Twitter com sua mãe, Fatemah, que estudou Jornalismo e Ciências Políticas e decidiu publicar um diário da vida da família em setembro. A menina usava o Twitter para relatar diariamente a guerra em Alepo.

“Essa é a nossa casa. Minhas queridas bonecas morreram no bombardeio na nossa casa. Estou muito triste, mas feliz por estar viva”, afirmou a menina em uma postagem publicada no início de dezembro, retuitada mais de 7,4 mil vezes.

O resgate

O resgate em Alepo foi retomado no último domingo à noite, depois que pelo menos 5 ônibus – que estavam prontos para transportar pessoas feridas e doentes da região – foram incendiados por rebeldes.

As ambulâncias e ônibus que escaparam do fogo transportaram os moradores de uma das áreas controladas pelos rebeldes, para outra região. Mas outras milhares de pessoas continuam esperando ajuda para serem resgatadas.

Os primeiros esforços para retirar civis das últimas regiões controladas por rebeldes falharam e foram interrompidos na sexta-feira. O bombardeio no leste de Aleppo deixou a cidade praticamente sem instalações médicas.

Entre os moradores que esperam poder deixar Aleppo estão crianças doentes e feridas, afirma a Unicef, agência da ONU para a infância. Algumas mais novas foram forçadas a sair da cidade sem seus pais. Centenas das mais vulneráveis continuam presas na região, de acordo com a entidade.

Entenda

A ONU calcula que cerca de 16 mil civis foram deslocados de suas casas desde o avanço do Exército sírio na cidade no início de dezembro. Antes da revolta popular contra o presidente Bashar al-Assad, em 2011, Aleppo era o centro comercial e industrial da Síria.

Nos últimos anos a cidade foi dividida, com o governo controlando o oeste e os rebeldes, o leste.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas alertam OMS para transmissão aérea do coronavírus além de dois metros

A transmissão aérea do novo coronavírus interpela os especialistas desde o início da pandemia. Nessa segunda-feira, um grupo de 239 cientistas alertou as autoridades de saúde do mundo inteiro, e em particular a OMS, …

Governo tem que tirar garimpeiros de terras yanomami em 15 dias para começar a enfrentar covid-19 em áreas indígenas

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região determinou que o Governo Federal deveria retirar os garimpeiros das terras yanomami de Roraima como medida para conter o avanço do novo coronavírus nos territórios indígenas. A decisão liminar …

Encontrada a origem da vida no universo

Uma estrela morre por segundo no universo. Mas esses objetos estelares não somem totalmente, algo sempre fica para trás. Certas estrelas entram em supernova, que geram um buraco negro ou uma estrela de nêutrons, enquanto a …

Bolsonaro afirma que está com covid-19

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (07/07) que seu exame para detectar a covid-19 teve resultado positivo. Bolsonaro, de 65 anos, se submeteu ao exame na segunda-feira, após dizer que estava sentindo sintomas leves da …

Caso de peste bubônica é confirmado na China

Enquanto o mundo vem buscando tratamentos para a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), antigas doenças e ameças podem ressurgir, como um sinal de alerta para a sociedade. É esse o caso relatado pelas autoridades da saúde …

Petição que substituir estátua de Cristóvão Colombo por uma do músico Prince

O histórico processo de revisão das estátuas, nomes de rua e outras homenagens a personagens ligados ao racismo ou outros massacres étnicos prevê a retirada de tais homenagens, mas não somente: figuras efetivamente merecedoras dos …

EUA podem proibir aplicativos chineses, incluindo TikTok, diz secretário de Estado

Mike Pompeo já acolheu uma medida semelhante da Índia, que emitiu uma ordem provisória bloqueando o TikTok e outros 58 aplicativos ligados à China em meio ao primeiro choque fronteiriço mortal em décadas. O secretário de …

Brasil tem mais de 65 mil mortes por covid-19

O Brasil superou a marca de 65 mil mortos por covid-19 nesta segunda-feira (06/07), segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde. Foram 620 óbitos registrados nas últimas …

Homem cria uma "cadeira de rodas" off-road para que sua esposa possa ir a lugares que ela nunca imaginou

Quem precisa de uma cadeira de rodas para se locomover sabe que não é nada fácil percorrer certos terrenos. Viagens a lugares nevados, trilhas tropicais, montanhas… Tudo isso parece impossível. Mas não deveria ser. Aliás, …

Samsung pode ser beneficiada por tensão entre China e Índia

Enquanto os exércitos da China e da Índia se estranham na fronteira entre os dois países, quem pode sair ganhando com a rivalidade é uma empresa sul-coreana. A Samsung deve ser a principal beneficiada com o …