Oxigênio a bordo do submarino argentino desaparecido acaba hoje

Marinha Argentina / Twitter

Submarino ARA San Juan da Armada Argentina

As reservas de oxigênio do submarino argentino ARA San Juan estão prestes a se esgotar. As buscas se intensificaram nas últimas horas, com o aparecimento de uma possível pista do submarino desaparecido há uma semana no Atlântico Sul.

A Marinha argentina afirma que as operações de resgate vão continuar até encontrarem o submarino. No entanto, o porta-voz Enrique Balbi, em seu último comunicado, alerta que a situação é realmente preocupante e que as buscas chegaram a uma “fase crítica”.

Na passada segunda-feira (20), uma porta-voz da Marinha confirmou que o submarino tinha reservas de oxigênio suficientes para uma semana. No entanto, o último contato com a embarcação ocorreu na quarta-feira passada, o que significa que o oxigênio poderia estar perto do fim.

Embora os submarinos da classe do San Juan possam passar um mês inteiro no mar, não significa que a embarcação seja capaz de ficar 30 dias submersa. À CNN, o ex-mergulhador da Marinha dos EUA, William Craig Reed, explicou que “tudo depende da última vez que as baterias foram carregadas e de quanto tempo se passou até que o oxigênio tenha sido renovado”.

Entretanto, foi detectado um ponto de calor, que pode estar relacionado com a presença de um objeto metálico a 70 metros de profundidade e a cerca de 300 quilômetros da costa argentina, segundo o El Confidencial. As autoridades intensificaram as buscas no sentido de entender se o objeto metálico é, de fato, o submarino desaparecido.

Neste momento, são 12 os países que ajudam nas buscas: Colômbia, Chile, Peru, Brasil e Uruguai aos quais se juntaram Estados Unidos, Reino Unido, Espanha, França, Alemanha Noruega e Itália. Entre os operacionais estão mais de 4 mil pessoas que se encontram nos navios, aeronaves e pontos estratégicos em terra.

De acordo com o Observador, a Espanha enviou contentores selados, com um alcance de até 600 metros de profundidade, cujo propósito é fornecer precisamente oxigênio e alimentos a submarinos que se encontrem no fundo do mar.

Na quarta, o submarino emitiu seus últimos sinais, quando saía de Ushuaia em direção a Mar del Plata, em Buenos Aires. Os esforços estão concentrados nesta área e espera-se que as condições climáticas sejam favoráveis.

Até agora, todos os objetos encontrados não têm qualquer relação com o submarino e nem os ruídos identificados no Atlântico Sul não correspondem à embarcação.

Antes da última comunicação, o ARA San Juan reportou uma avaria, mas sem alertas. Ao que tudo indica, o submarino teria tido um problema com as baterias, mas neste momento ainda não há certezas.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Fábrica russa eliminará deficiências na produção da Sputnik V de acordo com recomendações da OMS

Em resultado de inspeções efetuadas na Rússia, o grupo de especialistas da Organização Mundial da Saúde fez várias observações sobre a fabricação da vacina Sputnik V. Estas são ligadas principalmente à proteção do meio ambiente …

Brasil ultrapassa Índia e volta a ser líder mundial em mortes diárias por coronavírus

Em meio ao avanço da terceira onda da pandemia, o Brasil ultrapassou a Índia e voltou à liderança do número de mortes diárias por covid-19 registradas, em média. São mais de 2.000 óbitos registrados por …

Rajadas rápidas de rádio ajudarão a mapear distribuição de matéria no universo

O novo levantamento dos dados coletados pelo radiotelescópio CHIME (Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment) resultou em mais de 500 rajadas rápidas de rádio devidamente catalogadas, todas feitas durante o primeiro ano de atuação do telescópio. Agora, …

Lider da UE chama lei húngara anti-LGBT de vergonha

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, afirma que vai usar poderes de que dispõe para garantir direitos de todos os cidadãos do bloco. Países pediram à UE que agisse. A presidente da Comissão Europeia, …

Apesar de ter vacinado mais da metade da população, Israel teme 2ª onda de Covid

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, alertou nesta terça-feira que o país pode enfrentar uma nova onda de coronavírus. Segundo ele, o aumento do número de doentes, causado pela chegada da variante Delta, “importada” por …

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …

Ministro da Saúde diz que não há mudança de estratégia para a Coronavac

No início desta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, revelou que não haverá qualquer mudança de estratégia para a aplicação da CoronaVac. A declaração do ministro foi feita em audiência ao Senado Federal, revelando …

Há 80 anos, Hitler invadia a URSS – e começava a perder a guerra

Adolf Hitler e seus generais vinham planejando há meses para este momento. No domingo, 22 de junho de 1941, havia chegado a hora: às 3h15 da manhã, a Wehrmacht, forças armadas nazistas, atacou a União …

Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista …