Polícia de Las Vegas acredita que atirador planejava escapar

(dr)

A primeira fotografia de Stephen Paddock, autor do tiroteio em Las Vegas

Stephen Paddock, o atirador que matou 58 pessoas no maior massacre da história dos Estados Unidos, planejava escapar após o ataque. A informação foi repassada em uma entrevista coletiva pelo chefe da polícia metropolitana de Las Vegas, o xerife Joseph Lombardo. ‘”Ele estava fazendo todo o possível para ver como poderia escapar”, disse Lombardo na noite de ontem (4).

Antes de se matar, Paddock, 64 anos, havia montado câmeras dentro e fora de sua suíte de hotel. A polícia também descobriu mais indícios de que o crime foi planejado por um longo período.

O atirador chegou a alugar um quarto em um hotel no centro de Las Vegas semanas antes do massacre de domingo e durante outro evento musical que aconteceu na cidade. Segundo Lombardo, um vídeo do hotel foi recuperado e será usado nas investigações.

Também foram encontrados cerca de 25 quilos de explosivos e 1.600 cartuchos de munição no carro de Paddock, estacionado no estacionamento do hotel Mandalay Bay. Havia ainda uma nota do atirador em seu quarto, mas não era uma nota suicida, segundo Lombardo. O chefe da polícia não revelou detalhes sobre o conteúdo da nota.

Mente desconhecida

Lombardo afirmou que ainda não foram esclarecidas as motivações de Paddock. Ao que parece para os investigadores, ele vivia uma vida reservada e secreta. “Não sabemos as razões da mente dele”, declarou.

O xerife informou que mais de 100 investigadores trabalharam nas últimas 72 horas para traçar um perfil de Paddock. “O perfil que encontramos até agora é de que ele era um homem perturbado e perigoso e passou décadas adquirindo armas e munição”.

As intenções de Paddock não eram conhecidas pela namorada dele, Marilou Danley, segundo o depoimento apresentado por ela à polícia e ao FBI (a Polícia Federal norte-americana) nesta quarta-feira (4).

Cidadã australiana nascida nas Filipinas, Marilou não falou com a imprensa, mas seu advogado leu uma carta escrita por ela, em que afirma estar cooperando com as investigações e que o namorado nunca havia dado sinais de que planejava o massacre.

No texto, ela diz que Stephen Paddock era um homem quieto. “Ele nunca me disse nada ou fez qualquer coisa que me deixasse ciente de que algo terrível ia acontecer”, afirmou na carta.

Duas semanas antes do massacre, Paddock comprou uma passagem para as Filipinas e disse à namorada que queria que ela fosse visitar a família dela. Além disso, Paddock depositou U$ 100 mil dólares em uma conta para ela nas Filipinas. Marilou disse que pensou que ele queria terminar a relação.

Em tom emotivo, Marilou disse na carta que estava muito triste pelo acontecido. “Eu tenho fé em Deus e vou continuar a orar por todos os que foram prejudicados…. Eu sou uma mãe e avó. Meu coração se parte para todos os que perderam entes queridos“, comentou.

Terrorismo

Apesar da magnitude do massacre, o investigador Aaron Rouse, agente do FBI designado para o caso, afirmou “não ter nenhuma evidência até agora para indicar terrorismo“. Mas frisou que a investigação está em curso. “Nós vamos continuar a olhar para todas as possibilidades. Não estamos fechando as portas“, disse.

Nas redes sociais, alguns internautas questionam se Paddock não seria um supremacista branco. Mas o FBI e a polícia reafirmaram que ainda não há conclusões e nem hipóteses sobre suas motivações.

Ciberia // Agência Brasil

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …