Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais “silenciosa”

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa – ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos.

É que as atividades humanas, tais como a circulação de pessoas e carros pelas cidades, entre outras, geram vibrações que afetam as medições dos instrumentos sísmicos. Com a diminuição drástica da movimentação, menos ruído foi detectado.

Os movimentos sísmicos naturais ocorrem com distúrbios geológicos, como uma avalanche, erupção vulcânica ou até mesmo um impacto de meteoro, e não inaudíveis aos ouvidos humanos. Já as interferências que causamos nessas vibrações são chamadas de “ruídos sísmicos antropogênicos” – significa que são derivados de atividades humanas. Além de pessoas e carros nessa categoria, podemos citar as máquinas industriais e até shows de rock. Mas agora, tudo está mais silencioso.

Na Bélgica, por exemplo, os cientistas do Observatório Real, em Bruxelas, relatam uma redução de 30% nessa quantidade de ruído humano desde o início do isolamento social e quarentenas adotados no país. A Bélgica já soma quase 14 mil casos e 828 mortes, e adotou medidas como fechamento das escolas, bares e restaurantes e proibiu todas as viagens não essenciais até 19 de abril.

Outros cientistas ao redor do mundo também divulgaram as reduções, como é o caso do sismólogo Stephen Hicks, da Imperial College. Ele compartilhou dados da organização British Geological Survey que revelam uma redução da atividade sísmica no Reino Unido.

Também foi verificada uma queda radical na atividade sísmica medida em Los Angeles, nos Estados Unidos, e também em Paris, na França, e em Auckland, na Nova Zelândia. Reduções de ruído dessa magnitude geralmente ocorrem apenas por um breve momento, durante o Natal, de acordo com o sismólogo Thomas Lecocq do Observatório Real da Bélgica.

No entanto, nem todos os sismógrafos do mundo registrarão mudanças tão bruscas, de acordo com a geóloga americana Emily Wolin. É que a maioria desses instrumentos é instalada longe de cidades ou enterrada no chão, justamente para evitar as influências das atividades humanas.

Com esse “silêncio”, os cientistas agora conseguem leituras sísmicas da superfície tão claras quanto as que geralmente se obtêm quando esses mesmos instrumentos estão a 100 metros abaixo da superfície terrestre. Podemos comparar a mudança na rotina desses cientistas como se você estivesse tentando ouvir duas pessoas conversando e uma simplesmente parasse de falar.

Isso significa que as atividades sísmicas normais da Terra não foram alteradas (como tem sido divulgado erroneamente por aí). Apenas a interferência que causamos nas medições é que está bastante reduzida.

Embora o preço pago para isso seja alto demais, isso está ajudando cientistas no monitoramento da atividade vulcânica e outros eventos sísmicos. Além disso, ter esses dados como meios de comparação com medições de outros períodos pode ser útil no futuro.

Se as paralisações continuarem nos próximos meses, os instrumentos de cidades em todo o mundo poderão ser mais eficientes na detecção de terremotos, por exemplo. A diminuição de ruído também pode ajudar sismólogos que usam vibrações naturais de fundo, como as de ondas do mar, usadas para sondar a crosta terrestre.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Coronavírus: São Paulo se prepara para reabertura com 70% de leitos ocupados

O governo estadual de São Paulo ordenou a reabertura gradual dos estabelecimentos comerciais a partir dessa terça-feira (2). A gestão diz se basear no índice de infecções do novo coronavírus por cidade. Mesmo com 70% …

Júpiter é tão grande que quase virou um sol

Júpiter é o maior planeta do sistema solar. Assim, bem maior mesmo. Do tipo se você pegar todos os outros planetas e juntar suas massas, não chega nem aos pés dele. Nem mesmo metadinha. Esse gigante …

União Europeia pede que EUA reconsiderem sua decisão de cortar relações com a OMS

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o chefe de relações internacionais da União Europeia, Josep Borrell, pediram neste sábado (30) que os Estados Unidos “reconsiderem a decisão anunciada” de romper …

Astronautas da NASA chegam à ISS em nave da SpaceX e entram para a história

Depois de viajarem pelo espaço por 19 horas, os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley chegaram à Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo da nave Crew Dragon alguns minutos antes do previsto. O lançamento histórico aconteceu …

Nova Zelândia se encontra em cima de enorme bolha de lava, segundo pesquisa

Durante os anos 70, pesquisadores propuseram a teoria de que o interior do planeta se agita lentamente como uma bolha de lava. Estas bolhas flutuantes surgem como plumas do manto derretido do centro da Terra, onde …

Alemães usam criatividade para manter distanciamento social

Até final de junho, distância mínima está em vigor em espaços públicos. Instituições de cultura encontraram meios engenhosos para reunir grupos com segurança. Ideias vão de chapéu com boia até orações em estacionamento. Com medidas de …

YouTube exibe mais de 100 filmes de ‘Cannes’ e outros festivais de cinema durante quarentena

Assim como outros eventos do cinema em 2020, o ‘Festival de Cannes’ foi cancelado em função da pandemia do novo coronavírus. Já os festivais de Veneza e Toronto, previstos para setembro, ainda são incertos. Mas, …

Moradores do Catar compram novos celulares para escapar de aplicativo espião anti-Covid

Os aplicativos para smartphones destinados a rastrear pessoas infectadas com o novo coronavírus se tornaram instrumentos de controle das atividades de milhares de cidadãos, principalmente em países não democráticos. É o caso do emirado do Catar, …

Apenas 22% das empresas têm recursos para manter atividades por mais um mês, diz CNI

Levantamento realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) diz que apenas 22% das empresas têm recursos para manter atividades por mais um mês diante da crise do coronavírus. O relatório aponta que 45% das empresas podem …

Satélites podem ter problemas com o enfraquecimento do campo magnético da Terra

O campo magnético da Terra protege nosso planeta da radiação solar perigosa, mas ele não é estático. Nos últimos 200 anos ele ficou 9% mais fraco, e esse enfraquecimento pode causar problemas de funcionamento em …