Trump ameaça com novas taxas; China denuncia chantagem e admite contra-ataque

O cenário de guerra comercial entre a China e os Estados Unidos tem se intensificado e parece cada vez mais inevitável.

Donald Trump ameaçou, nesta segunda-feira (18), impor novas taxas sobre produtos chineses no valor de 200 bilhões de dólares. A medida irá avançar caso a China “recuse mudar suas práticas”.

Na semana passada, sob o argumento de que a China tem se beneficiado injustamente de um desequilíbrio comercial com os EUA, Trump anunciou a imposição de taxas de 25% sobre produtos chineses no valor de 50 bilhões de dólares.

A China não gostou e decidiu responder com taxas na mesma ordem de grandeza sobre produtos americanos. Com a retaliação, respondeu Trump, a China “ameaça as empresas, os trabalhadores e os agricultores americanos que não fizeram nada de errado”.

Agora, segundo o Público, Donald Trump ameaça cobrar ainda mais direitos aduaneiros, com uma taxa adicional de 10% sobre um leque ainda mais vasto de produtos chineses, no valor total de mais de 200 bilhões de dólares por ano.

A taxa de 10% anunciada pelo governo dos EUA soma-se assim à taxa de 25% aplicada sobretudo a bens industriais e agrícolas. Agora, essa taxa é alargada a outros produtos como ferramentas, brinquedos ou camisetas.

Por sua vez, Pequim reagiu, prometendo tomar medidas “quantitativas e qualitativas” contra o que qualifica como “uma pressão extrema” e “chantagem“.

“Se os EUA perdem o bom senso e publicam uma lista de produtos visados, a China se verá na obrigação de adotar uma combinação de medidas quantitativas e qualitativas em forma de enérgicas represálias”, indicou o Ministério do Comércio chinês, em comunicado.

Caso a China contra-ataque, o presidente americano vai agravar ainda mais a cobrança de direitos aduaneiros, aplicando ainda mais taxas para cobrar 200 bilhões de dólares em cima dos 200 bilhões que pediu nesta segunda para serem identificados.

Embora tenha uma boa relação com Xi Jinping, presidente chinês, Donald Trump realça, em comunicado emitido nesta terça-feira (19), que a atitude do país asiático é “inaceitável” e que devem ser tomadas medidas “para que a China abra o mercado aos bens dos Estados Unidos e aceite uma relação comercial mais equilibrada”.

Mas Pequim sempre garantiu que não iria assistir de forma impávida, e que irá responder sempre com taxas próprias sobre produtos norte-americanos.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Eleição na Bolívia: Resultados parciais indicam 2º turno inédito entre Evo Morales e Carlos Mesa

Com quase 90% dos votos contabilizados, resultados parciais da eleição realizada neste domingo na Bolívia indicam que o atual presidente Evo Morales não teve votos suficientes para garantir já sua vitória, caminhando para disputar com …

Voo mais longo e sem escalas da história pousou em Sydney

O voo mais longo e sem escalas da história pousou nesse domingo (20) em Sydney, 19 horas e 16 minutos após a decolagem, em Nova York. Foi um teste da companhia australiana Qantas, que pretende …

Governo brasileiro publica lei que agiliza venda de bens do tráfico de drogas

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 13886/19, que pretende acelerar a destinação de bens apreendidos ou sequestrados que tenham vinculação com o tráfico ilícito de drogas. Essa lei, que converte a Medida Provisória nº 885, …

Criaram uma bebida com probióticos geneticamente modificados para prevenir ressacas

Beber moderadamente pode ser garantia de uma noite especialmente divertida, mas quem se aventura pelos bares da vida sabe que basta um pequeno erro de cálculo ou deslize nos preparativos – como, por exemplo, esquecer …

Manifestantes desafiam proibição em Hong Kong

Milhares voltam às ruas, apesar de governo ter proibido protestos na região semiautônoma, e são recebidos com jatos d'água e gás lacrimogêneo. Há quatro meses, colônia britânica atravessa a sua maior crise política. Milhares de manifestantes …

Brexit pode causar ao Brasil perdas anuais de exportações de mais de US$ 700 milhões

Nas próximas semanas, empresários e exportadores brasileiros deverão acompanhar com grande atenção os capítulos finais da novela do Brexit, como é chamada a saída do Reino Unido da União Europeia. Isso por que, a depender de …

Motivos de artrópodes se moverem em fila indiana há 480 anos são revelados

Um novo estudo revela que os fósseis de artrópodes descobertos em fila podem indicar um comportamento coletivo devido a fatores ambientais. O estudo publicado pela revista Scientific Reports sugere que o comportamento em grupo de trilobitas …

Arqueólogos encontram 20 sarcófagos de madeira perto de Luxor

Arqueólogos encontraram mais de 20 caixões antigos de madeira, ainda coloridos, na necrópole de Asasif, em Tebas, na margem oeste do rio Nilo, próximos à cidade de Luxor, no Egito. Os caixões estavam posicionados em duas …

Mão robótica aprendeu sozinha como solucionar o cubo de Rubik

Provavelmente você já deve ter passado pelo desafio de deixar o cubo de Rubik, mais conhecido como cubo magico, com as cores das faces iguais. Saiba que uma mão robótica conseguiu resolver teste desafio sozinha. Provavelmente …

Planalto suspende indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada nos EUA

O Palácio do Planalto decidiu deixar em suspenso a indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, para assumir a embaixada brasileira nos Estados Unidos, em meio a uma crise política …