DNA considerado “lixo” permite mudança de sexo

Uma equipe de cientistas retirou de ratinhos machos uma parte do DNA que não comanda a fabricação de qualquer proteína. Com isso, os animais desenvolveram ovários em vez de testículos.

No estudo, publicado semana passada na revista Science, os cientistas concluíram que se os mamíferos tiverem a proteína SOX9, codificada pelo gene Sox9, em dose suficiente, desenvolverão testículos.

“A quantidade de SOX9 produzida inicialmente é controlada pela proteína SRY, que é codificada pelo gene Sry, localizado no cromossomo Y”, informa um comunicado sobre o trabalho.

“Esta é a razão pela qual os machos, que têm um cromossomo X e outro Y, normalmente desenvolvem testículos, enquanto as fêmeas, que têm dois cromossomos X, não.”

Em experiências com embriões de ratinhos machos, os cientistas removeram geneticamente uma parte do DNA não codificante chamada “amplificador 13”, que se situa a meio milhão de bases de distância do gene Sox9, explica o Público. Foi verificado assim que esses animais desenvolveram ovários, órgãos genitais femininos internos.

Nitzan Gonen, do Instituto Francis Crick, referiu que, “tipicamente, muitas das regiões dos amplificadores trabalham juntas para estimular a expressão dos genes, sem que nenhum amplificador tenha um efeito enorme”. Só neste estudo, a equipe conseguiu identificar um único amplificador que tem muito poder na hora do desenvolvimento sexual.

“Nosso estudo também evidencia o importante papel do DNA não codificante que alguns ainda referem como DNA ‘lixo’. Se um único amplificador consegue ter esse impacto na determinação do sexo, outras regiões não codificantes poderiam ter efeitos consideráveis semelhantes”, diz o geneticista.

Cerca de 98% do DNA humano é composto por DNA não codificante, uma parte que não codifica qualquer proteína. Por esse motivo, esse tipo de DNA era considerado como ‘lixo’. No entanto, atualmente se sabe que tem um papel preponderante no controle da atividade dos genes.

O estudo poderia ajudar a explicar por que as pessoas com cromossomos XY, e que têm em falta um grande fragmento de DNA nesta região do genoma, desenvolvem órgãos sexuais femininos.

“Pensamos que o amplificador 13 é, provavelmente, relevante nos distúrbios do desenvolvimento sexual nos humanos e potencialmente poderia ser usado para ajudar a diagnosticar algumas dessas causas”, conclui Robin-Lovell Badge, do Instituto Francis Crick e um dos autores do artigo.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …