Desvendado segredo de olhar canino

Pixabay

Cientistas descobrem dois músculos em volta dos olhos de cães, responsáveis pelo olhar enternecedor para ganharem afeto. Musculatura teria sido desenvolvida para atrair a atenção de humanos.

Para ganhar o afeto dos humanos, os cachorros teriam desenvolvido ao longo de milhares de anos de domesticação músculos faciais que os permitem aumentar os olhos, revelou uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira (17/06). A técnica seria semelhante à dominada por bebês humanos.

Pesquisadores americanos descobriram que os cachorros possuem dois músculos bem formados ao redor dos olhos, que são responsáveis por produzir a expressão de tristeza que costuma encantar os humanos. Já entre os antepassados do animal, os lobos, essa musculatura é praticamente inexistente.

“Não é comum encontrar essas diferenças musculares em espécies que estão proximamente ligadas”, afirmou Anne Burrows, da Universidade Duquesne em Pittsburgh, uma das autoras do estudo.

Para o estudo, pesquisadores examinaram a musculatura dos olhos de cadáveres de seis cães e quatro lobos. Os cientistas também avaliaram a interação entre cachorros e humanos que nunca tiveram contato e entre lobos e humanos. Somente os cães conseguiam mover o contorno dos olhos com grande intensidade ao olharem para os participantes do experimento.

“Isso os ajudou a aumentar os olhos como fazem os bebês. Essa expressão costuma provocar nas pessoas uma reação de proteção”, disse Burrows.

Os pesquisadores acreditam que os cães ao longo dos 33 mil anos de domesticação passaram a usar esses músculos para se comunicar, possivelmente para incitar humanos a cuidar deles ou alimentá-los. Eles reconhecem, porém, que são necessárias mais análises, incluindo a dissecação de mais animais, para confirmar os resultados.

O atual estudo, no entanto, se baseia em pesquisas anteriores. Em 2015, pesquisadores japoneses demonstraram que a troca de olhares entre humanos e seus cães de estimação leva a um aumento mútuo de oxitocina, o chamado hormônio do amor. Efeito similar ocorre entre mães e bebês.

Especialistas que não participaram do estudo publicado na revista americana especializada Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), ficaram impressionados com os resultados. Para Brian Hare, da Universidade Duke, cães desenvolveram esses músculos porque tiveram a possibilidade de interagir com os humanos.

Já Evan MacLean, da Universidade do Arizona, afirmou que o resultado é fascinante, mas ponderou que a diferença muscular pode ser um efeito indireto de outras mudanças e não do contato com humanos.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e aposentar as baterias no futuro

O mundo já conhece os benefícios da tecnologia 5G como a alta velocidade na transmissão de dados e baixa latência. Agora, os cientistas do Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos EUA, descobriram que essas redes …

Covid: como evitar a trágica marca de 5 mil mortes por dia no Brasil?

No dia 19 de maio de 2020, o Brasil atingiu pela primeira vez a marca das mil mortes diárias por covid-19. Esse número permaneceu relativamente estável, em um patamar considerado alto, durante todo o segundo semestre …

Físicos afirmam que o universo é um computador de aprendizado de máquina

Físicos teóricos que trabalham com a Microsoft lançaram um artigo na sexta-feira afirmando que o universo é essencialmente um computador de aprendizagem de máquina (machine learning, em inglês). Os pesquisadores, vários afiliados à Microsoft, pré-publicaram um …

Mundo ainda tem países sem uma única dose de vacina

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 600 milhões de doses de vacina contra a covid-19 já foram aplicadas em todo o mundo. Mas a discrepância entre países é alta: enquanto, …

Covid: site calcula quando você será vacinado. Resultados não animam

Um grupo de voluntários chamado CoronavirusBra desenvolveu uma plataforma para calcular quando você será vacinado contra a covid-19. O ‘Quando vou ser vacinado?’ utiliza dados públicos como a média de imunizados com o número de pessoas …

Rússia inicia desenvolvimento de mais uma vacina contra COVID-19

Sendo o primeiro país a registrar uma vacina contra a COVID-19, a Rússia anunciou o início do desenvolvimento de mais uma vacina contra o coronavírus. A criação do novo medicamento estará a cargo do Instituto Smorodintsev …

Especialista chinês: ascensão da China faz EUA entrarem em pânico e ficarem nervosos

O desenvolvimento econômico e a ascensão do país asiático fazem os EUA ficarem nervosos e entrarem em pânico, mas este medo se origina em seus preconceitos, disse em entrevista à Sputnik um especialista chinês. Li Junru, …

Interação de múons, a nova força da natureza que cientistas acreditam ter descoberto

Desde colar um ímã na porta de uma geladeira até jogar uma bola em uma cesta de basquete, as forças da física funcionam em todos os momentos de nossas vidas. Todas as forças que experimentamos todos …

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …