Ex-funcionários do Twitter são acusados de espionar dissidentes sauditas em nome de Riad

Um tribunal de San Francisco, na Califórnia, acusou 2 ex-funcionários do Twitter e um terceiro homem de espionar perfis críticos à família real saudita, segundo anunciou o Departamento de Justiça dos EUA.

Segundo o órgão, dois cidadãos sauditas e um americano atuaram juntos, em nome do governo da Arábia Saudita e da família real, para descobrir detalhes de contas de dissidentes

De acordo com o inquérito, eles foram orientados por um oficial saudita não identificado, que trabalharia para alguém classificado como Membro da Família Real-1, apontado pelo jornal The Washington Post como sendo o príncipe Mohammed bin Salman.

Os nomes dos punidos são Ali Alzabarah e Ahmad Abouammo, ambos ex-empregados do Twitter, e Ahmed Almutari, um profissional de marketing com laços com a família real.
‘Agentes sauditas minaram sistema interno do Twitter’

“A denúncia criminal revelada hoje alega que agentes sauditas minaram o sistema interno do Twitter para obter informação pessoal sobre conhecidos críticos sauditas e milhares de outros usuários do Twitter”, afirmou o procurador americano David Anderson, segundo publicado pela agência AFP.

Os três foram acusados de atuar como agentes ilegais para um governo estrangeiro, crime que pode envolver tanto espionagem como lobby.

“As leis dos EUA protegem as empresas americanas de uma invasão estrangeira flagrantemente ilegal. Não permitiremos que empresas ou tecnologia dos EUA se tornem ferramentas de repressão estrangeira em violação à lei dos EUA”, afirmou ele.

No ano passado, as relações entre os EUA e a Arábia Saudita ficaram estremecidas após a morte jornalista saudita Jamal Khashoggi, um dissidente que escrevia para o The Washington Post. Ele foi assassinado e teve o corpo desmembrado dentro da embaixada saudita em Istambul.

Bin Salman admitiu que agentes sauditas participam da ação, mas nega ser mandante do crime, como sugerem alguns veículos de imprensa americano. Ao mesmo tempo em que o príncipe busca modernizar algumas leis do país, o governo local é acusado por organizações internacionais de violar direitos humanos.

O Departamento de Justiça informou que Abouammo foi preso na terça-feira em Seattle, enquanto Alzabarah e Almutairi não foram encontrados. Acredita-se que os dois, para quem foram expedidas ordem de detenção, estão na Arábia Saudita.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Epidemia mundial: Pneumonia mata uma criança de menos de 5 anos a cada 39 segundos

O Dia Mundial da Pneumonia é comemorado em 12 de novembro. A data foi proposta pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção da doença, …

Senadora se declara presidente da Bolívia

A parlamentar oposicionista e segunda vice-presidente do Senado Jeanine Áñez declarou-se presidente da Bolívia nesta terça-feira (12). Ela também afirmou que o país terá novas eleições após a formação de uma nova comissão eleitoral. "De acordo …

Bolsonaro anuncia saída do PSL

Em meio à crise por disputa de poder na legenda, presidente afirma que pretende criar novo partido. Cerca de 30 parlamentares aliados de Bolsonaro devem seguir exemplo e deixar o PSL. O presidente Jair Bolsonaro anunciou …

Israel mata comandante da Jihad Islâmica em ataque aéreo

Forças israelense bombardeiam casa de líder extremista na Faixa de Gaza. Militantes palestinos reagem disparando dezenas de mísseis contra Israel. Autoridades pedem que população fique em casa. Um importante comandante militar do grupo extremista palestino Jihad …

Cão aprende a falar usando máquina de escrever e já sabe 29 palavras

Stella tem 18 meses e, apesar de ser um cachorro, já sabe “falar” mais do que muitos humanos da sua idade. Através de uma máquina criada por sua tutora, o animal consegue se comunicar usando …

Saída de Lula da prisão pode ser “oportunidade” para Bolsonaro, diz especialista ao Le Monde

O jornal Le Monde deste domingo e segunda-feira, feriado em que a França comemora o Armistício da Primeira Guerra Mundial, traz uma reportagem de página inteira sobre a liberação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da …

Evo Morales deixa a Bolívia rumo ao México

O agora ex-presidente Evo Morales deixou a Bolívia na noite desta segunda-feira (11) e pegou um avião em direção ao México. Em comunicado via Twitter, Evo Morales disse que estava agradecido ao México por ter lhe …

Turquia repatria jihadistas estrangeiros do "Estado Islâmico"

A Turquia começou a repatriar nesta segunda-feira (11/11) jihadistas estrangeiros do grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI) que foram capturados no norte da Síria. Um alemão, um dinamarquês e um americano foram os primeiros deportados por …

Fumar aumenta o risco de depressão e esquizofrenia?

De acordo com um novo estudo da Universidade de Bristol (Reino Unido), fumar pode aumentar o seu risco de desenvolver depressão ou esquizofrenia. Os pesquisadores queriam estudar a relação conhecida entre tabagismo e doenças mentais. Muitas …

Prisões não vão abrir as portas após decisão do STF, dizem especialistas

Segundo especialistas ouvidos pela Sputnik Brasil, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o momento da execução da pena não vai fazer com que as "portas dos presídios sejam abertas para criminosos perigosos". Na quinta-feira …